Rose Ielo deixa oficialmente o PT

     Foto: André Godinho/Acontece Botucatu

A vereadora Rose Ielo agora oficialmente pertence a um novo partido. Nesta segunda, 28, ela passou a ser vereadora do PDT, partido onde seu marido, o ex-prefeito Mário Ielo, já comanda as ações na Comissão Provisória desde 2015.

O fato já era público desde janeiro deste ano, quando a vereadora comunicou ao diretório do PT que deixaria a sigla. A filiação ao PDT automaticamente desvincula Rose Ielo do Partido dos Trabalhadores.

" O Presidente da Comissão provisória do PDT encaminhou hoje documento à direção da Câmara comunicando a mudança de sigla, pois desde o dia 10 de março minha filiação foi homologada pela TRE. Agora estarei contribuindo para a administração do partido. Vamos discutir proposta com a população em diversas áreas, afinal, temos um candidato a prefeito", disse Rose.

Já o Presidente do diretório municipal do PT, Everaldo Rocha, disse que permanência da vereadora era incompatível. "Não tinha como ela ficar, afinal, o marido estava em outro partido. Ficaria uma situação complicada para ela e para nós”, disse Everaldo Rocha, presidente do Diretório Municipal do PT.

O PT começou a atual legislatura com três vereadores, mas pode terminar sem nenhum. Em 2015 Lelo Pagani se transferiu para o recém-criado Rede, Rose Ielo se junta ao PDT, sobrando apenas Carlos Trigo. Há muita especulação sobre a saída do Parlamentar para PTB ou PDT. Ao Acontece Botucatu, Trigo apenas disse que vai definir sua situação após reunião partidária nesta terça, 29. É grande a possibilidade do parlamentar deixar o PT.

“O Trigo talvez seja o vereador do PT com mais tempo de Câmara. Sempre teve uma postura ética. Admiro o trabalho dele e espero que fique”, disse Everaldo Rocha.