Requerimento visa abrigo para vítimas de violência

Foto – Divulgação

Dados fornecidos pela  ONU estima que, no mínimo, cinco mil mulheres são mortas anualmente, por crimes “em nome da honra”, como é classificada uma das formas de feminicídio, o que resulta em aproximadamente 13 mulheres assassinadas diariamente

 

O vereador Fernando Carmoni (PSDB) elaborou requerimento, onde solicita a construção de um abrigo provisório para o atendimento e acolhimento de mulheres  vítimas de violência doméstica.  Solicitação, que foi encaminhada para a secretaria municipal de Assistência Social, Amélia Sibar e foi baseada em dados fornecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), que estima que, no mínimo, cinco mil mulheres são mortas anualmente, por crimes “em nome da honra”, como é classificada uma das formas de feminicídio, o que resulta em aproximadamente 13 mulheres assassinadas diariamente.

Em Botucatu também são registrados diversos casos de violência contra a mulher anualmente (não homicídios), fato que gerou preocupação no vereador. “Isso reforça ainda mais a importância de adotarmos ações para inibir, prevenir e punir esse tipo de crime, bem como que proporcionar o apoio e o amparo necessário às mulheres que sofrem esse tipo de brutalidade”, argumenta Carmoni.

Mesmo elogiando a atuação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e da secretaria de Assistência Social do município, o vereador reforça a importância do local. “Caso houvesse um centro ou abrigo destinado ao amparo das, o mesmo poderia acolher provisoriamente tanto essas mulheres como também seus filhos, do mesmo modo que poderia servir de base para a atuação de uma equipe multidisciplinar, simplificando e agilizando o atendimento”, conclui Carmoni.