PSB de Botucatu comemora filiação de Marina Silva

Depois de uma longa negociação com aliados e diversos partidos políticos, a ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, decidiu neste final de semana se filiar ao PSB. O plano foi desenhado com o objetivo de lançá-la ao posto de vice na chapa presidencial que será encabeçada pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, em 2014.

A ida de Marina para o PSB foi decidida depois de ela ter passado toda a sexta-feira (4) mergulhada em reuniões com outros articuladores da Rede Sustentabilidade, que teve o registro negado pela Justiça Eleitoral, por não conseguir validar a tempo as assinaturas necessárias ? criação do novo partido.

O PSB assinou um protocolo de intenções com a Rede Sustentabilidade, chamada de Coligação Democrática. Pelo acordo, o PSB reconhecerá a existência política da Rede e concederá legenda a Marina e a todos os membros da Executiva Nacional do futuro partido. O acordo não interfere, num primeiro momento, na condição de pré-candidatos de Eduardo e Marina. Só mais tarde isso será discutido.

Marina Silva que aparece em segundo lugar nas últimas pesquisas sobre intenções de voto para as eleições de 2014 para presidente da República disse neste sábado que se filia ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) sem aspirar ? candidatura ? presidência. “O PSB já tem um candidato, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos”, frisou no ato de filiação. “Não estou aqui para disputar a candidatura, mas para fazer parte de um programa para a sociedade brasileira que seja capaz de alinhá-la historicamente e sepultar de uma vez a Velha República”, acrescentou.

Em Botucatu a filiação de Marina Silva foi comemorada pelo presidente do partido e ex-vereador, Carlos José Malagutte. “Procurei acompanhar toda a negociação que foi feita e fiquei satisfeito com o desfecho final. A Marina tem uma ficha política irretocável na política nacional. Isso fortalece o PSB não somente a nível nacional como nas esferas estadual e municipal”, comentou Malagutte, que atualmente é diretor da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (Drads), instituição ligada ao governo do Estado.

O presidente da Câmara Municipal de Botucatu, Ednei Carreira, salientou que a filiação de Marina dará maior visibilidade ao partido. “Ela é uma pessoa de origem humilde que pode servir de espelho para muita gente e batalhou muito para chegar onde chegou”, destacou Carreira, lembrando que ela teve uma votação bastante expressiva quando disputou a presidência da República, mesmo contando poucos recursos financeiros. “Podemos dizer que o PSB fez uma grande aquisição”, sacramentou o presidente do legislativo.