Professoras recebem aumento em Sessão da Câmara

A Câmara Muncipal votou na noite desta segunda, 28, projetos em sessões ordinária e extraordinária. O primeiro projeto apreciado na noite foi o PL Nº. 27/2016 – De iniciativa do Vereador Curumim, que denominava de "Maria Encarnação Estadella", o Complexo Aquático do Centro Paradesportivo, localizado na Avenida Raphael Serra, s/n, na Vila Auxiliadora.

Já o Segundo, era o PL Nº 01/2016 – De iniciativa da Mesa da Câmara, que falava sobre a concessão da Medalha "Reconhecimento Comunitário Segurança", para integrantes das Polícias Civil e Militar e Guarda Civil Municipal, lotados funcionalmente no Município de Botucatu. Ambos aprovados por unanimidade.

Os projetos mais esperados da noite, estavam na sessão extraordinária, sendo eles o PL Nº. 007/2016 – De iniciativa do Prefeito Municipal, que acresce artigo 69-A na Lei Complementar nº. 911/2011 – Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Botucatu. (Reclassifica professores com graduação em Pedagogia com Licenciatura Plena do padrão de vencimentos do CE-9 para o CS-1) e o PL Nº. 008/2016 – De iniciativa do Prefeito Municipal – que altera o artigo 77 da Lei Complementar 912/11, que dispõe sobre a Reorganização Administrativa do Poder Executivo. (Reclassifica professores com graduação em Pedagogia com Licenciatura Plena do padrão de vencimentos do CE-9 para o CS-1).

Objetivamente falando, a matéria concedia aumento de até 20% para 49 professores da Rede Municipal de Ensino que se encontram nas condições estabelecidas pelos projetos. Entre criticas e elogios à gestão João Cury na area da educação, fizeram uso da palavra os vereadores Fernando Carmoni (PSDB), Rose Ielo (PDT), Curumim (PSDB) Reinaldinho (PR), Carreira (PSB) e Lelo Pagani (Rede).

Para a alegria de todos os professores presentes, ambos os projetos foram aprovados por unanimidade. Às 21h45 a sessão foi decalarada encerrada pela mesa da Câmara.