Presidente do PSDB apresenta seus novos filiados

Fotos:  Juliana Tonelli

 

O presidente do PSDB de Botucatu, prefeito João Cury Neto, anunciou na noite desta quinta-feira, de maneira oficial, os novos filiados do partido para fortalecer o grupo visando às eleições do ano que vem.  Os novos tucanos, em uníssono, não assumiram candidaturas a prefeito ou vereador, mas também não descartaram a possibilidade, alegando que querem ajudar a construir um grupo que visa o consenso para as eleições do ano que vem.  Para o prefeito os novos filiados irão ajudar a fazer um amplo diagnóstico da cidade, revendo tudo o que foi feito e construir um projeto futuro, com o entendimento de que é sempre possível fazer mais e melhor.

Entre os  novos filiados está o superintendente da Unidade de Negócio Médio Tietê Sabesp de Botucatu,  Mário Eduardo Pardini Affonseca, que já havia assinado sua filiação dias antes,  é cotado como o principal candidato à sucessão de João Cury. Disse que não entrou no PDSD para ser candidato, mas já não descarta essa possibilidade, caso seja ele o candidato de consenso, o que não vinha fazendo até então.  Alega que o objetivo da sua filiação é fazer parte desse grupo que irá  desenvolver um projeto para a cidade e escolher o nome que terá a responsabilidade de disputar a eleição com o propósito de dar continuidade ao governo João Cury.

Outro filiado é Rubens de Almeida – o Alemão, presidente do Fundo Social dos Servidores da Unesp (FUSS) que há muitos anos vem desenvolvendo um trabalho social na cidade. Muitas vezes Alemão foi convidado a se filiar,  mas sempre recusou. Com sua filiação ele passa a ser um candidato em potencial para uma das 11 cadeiras da Câmara Municipal ou mesmo uma candidatura a vice-prefeito numa possível chapa encabeçada por Pardini.

A secretária de Educação, Alessandra Lucchesi de Oliveira, que também é cotada para uma candidatura ao Executivo ou à vereança, afina o discurso de que entrou no grupo para elaborar um projeto político visando as eleições de 2019. Ela não descarta o interesse em participar da convenção partidária que irá definir  os candidatos a vereador, vice-prefeito e prefeito do grupo.

Para o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo, que nasceu em Avaré, mas adotou Botucatu, sua filiação indica que terá maior participação na vida política da cidade, mas adianta que é cedo para pleiteara uma vaga dentro do grupo com o objetivo de tentar se eleger a vereador, mas não descarta essa hipótese.

Também assinaram ficha de filiação o gerente da Caixa Econômica Federal, José Luiz Mariano de Oliveira; a dona de casa Sirlane Alves dos Santos; o servidor público Paulo Fernando Jacinto de Souza; o servidor da saúde Jair Bertolini e o estudante Felipe de Souza Camalionte