Presidenciáveis se enfrentam em debate na Rede TV

Na noite deste domingo (17-10) por, aproximadamente, duas horas os candidatos ? Presidência da República Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB) estiveram frente a frente participando, de mais um debate eleitoral. O encontro dos presidenciáveis, dividido em cinco blocos, foi promovido pela Rede TV e pelo jornal Folha de São Paulo. O confronto ocupou o horário do “Pânico na TV”, que foi apresentado em horário especial, após o encontro dos candidatos.

Para abrir o debate, os candidatos responderam a uma pergunta formulada pelo mediador e cada qual teve que declinar as qualidades e os defeitos de seu adversário. E já nesta primeira fase os dois candidatos evitaram se aprofundar nas críticas (ou elogios) diretas ao adversário e responderam de maneira evasiva. Neste mesmo bloco foi iniciado o confronto entre os candidatos que fizeram perguntas entre si.

Durante o segundo bloco, cada um fez duas perguntas ao outro. Já no terceiro (bloco), tanto Dilma Rousseff como José Serra, responderam a uma pergunta cada, feita por jornalistas da Folha de São Paulo e da Rede TV. Nas perguntas dos jornalistas, o assunto foi corrupção. Partindo para o quarto bloco, os candidatos se questionaram e fizeram duas perguntas cada um. No quinto e derradeiro bloco os dois presidenciáveis tiveram três minutos cada para suas considerações finais.

Dilma foi a primeira a fazer suas considerações finais. Ela destacou sua participação no governo Luiz Inácio Lula da Silva. “Tenho a honra de ser apoiada e representar o governo do maior presidente que este pais já teve, que é o presidente Lula”. A candidata falou também de suas prioridades no governo e se disse preparada para ser presidente.

Serra começou suas considerações finais destacando sua origem. “Vim de família pobre, gente trabalhadora, graças ? escola publica cheguei aonde cheguei, foi dentro minha família que eu aprendi valores”. O tucano disse ainda que em toda sua vida pública procurou agir como servidor e afirmou que deseja fazer um governo de união nacional.

Esse debate promovido pela Rede TV e jornal Folha de São Paulo foi mais uma oportunidade que os eleitores brasileiros tiveram para escolher em quem irão depositar o voto no próximo dia 31 de outubro. Nesses dias que antecedem a eleição as assessorias dos dois candidatos irão intensificar a campanha para buscar o voto de quem ainda está indeciso.

Foto: Folha/Rede TV