PCdoB tem novo diretório constituído em Botucatu

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), de Botucatu, realizou Conferência Municipal com a presença de filiados, militantes e dirigentes municipais para tratar da mudança de direção partidária. A direção cessante tinha como presidente Osmir Ribeiro (Pardal) e na diretoria o professor Luiz de Oliveira, Márcio Campos e Juci Faggian. O novo diretório eleito é composto pelo presidente Márcio Campos e a diretoria conta com a professora Clarice dos Santos, professor Antonio Carlos Pereira; Aparecida dos Santos; José Luís sindicalista e Daniel dos Santos.

Nesta oportunidade foi discutido e aprovado o Projeto Municipal de Desenvolvimento (PMD), que possui fundamento na luta pela inclusão social e econômica da população de baixa renda e ações de formação política, estruturação do partido em organizações de base comunitária, criação de secretaria da mulher (proposta da reunião regional da UBM – União Brasileira de Mulheres) e a participação organizada e intencional no movimento social e sindical botucatuense.

O projeto, segundo o presidente eleito Márcio Campos, deve incluir bandeiras que compõem o esforço de democratização da sociedade botucatuense nas melhorias das condições atuais de vida do cidadão comum, como: emprego qualificado, educação transformadora, transporte coletivo subsidiado, desenvolvimento urbano sustentável, do esporte como meio de formação social, da cultura educadora, do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS) público e gratuito e da segurança pública.

“Esta é a mensagem de esperança e de luta do PCdoB ao povo e aos trabalhadores, aos seus aliados, e a todos os botucatuenses compromissados com a cidade e com o progresso social”, disse Campos. “Os comunistas estão sendo chamados a construir um novo PCdoB forte ? altura dos desafios desta grande causa. É hora de forjar uma ampla aliança municipal, democrática e popular que impulsione o avanço do partido em Botucatu”, complementa o presidente eleito.