Patrimônio do tráfico de drogas pode servir a comunidade

O vereador do DEM, Bombeiro Tavares, líder do prefeito João Cury, na Câmara Municipal é autor de uma proposta sugerindo ao Ministério Público e ? Polícia Judiciária a possibilidade de permitir a utilização dos veículos que, recentemente, foram apreendidos transportando substâncias entorpecentes, e que, portanto, estão ? disposição da Justiça.

De acordo com o legislador, a Lei 11.343/06 prevê, nos artigos 61 e 62, a possibilidade dos veículos apreendidos serem utilizados na prevenção e combate ao tráfico de drogas, promovendo importante ação social e oferecendo um destino correto em prol da população aos meios utilizados pelos traficantes.

“A Guarda Civil Municipal, a Polícia Civil e a Polícia Militar de Botucatu promovem trabalhos voltados ao esclarecimento, prevenção e combate ? s drogas nas escolas de nossa cidade, com projetos sociais voltados ao combate ? s drogas com o Proerd, Patrulha da Paz, Cidadania e Civismo, entre outros, que visam afastar e informar sobre o perigo oferecido pelas drogas, além de levar conceitos de responsabilidade, cidadania e civismo”, frisa o vereador democrata.

Tavares também cita que a Secretaria de Assistência Social desenvolve importante trabalho com o CRAS e CREAS, assistindo e acompanhando menores infratores que se encontram em Liberdade Assistida (LA), ao saírem da Fundação CASA ou quando cometem algum ato infracional de menor magnitude, realizando, inclusive, visitas ? s residências, além de todo trabalho desenvolvido na tentativa de afastar esses menores do mundo do crime, dos quais, uma boa parcela se encontra nessa situação devido ao envolvimento com o submundo das drogas.

“Assim, no caso a Secretaria de Segurança viesse a ter a posse do veículo de grande porte que foi apreendido por estar sendo utilizado para o transporte e tráfico de drogas, poderia transformá-lo, por exemplo, em uma sala de aulas”, diz Tavares. “Esse veículo forneceria aos alunos, da rede de ensino de nosso município, palestras, vídeos e demais informações pertinentes ao combate e prevenção ? s drogas, oferecendo um importante dispositivo para levar conhecimento e informação sobre os malefícios causados pelas substâncias entorpecentes e demais crimes, além de promover uma destinação socialmente correta para o citado caminhão”, acrescenta.

Tavares também destaca o benefício para a secretaria de Assistência Social. “Devido ao trabalho realizado pela pasta junto aos jovens que se envolvem em delitos, principalmente com drogas, e que estão em regime de Liberdade Assistida, a secretaria poderia solicitar a posse e uso dos veículos apreendidos, com o intuito de fornecer melhor estrutura aos agentes imbuídos com essa importante tarefa, os quais atendem aos jovens e também realizam visitas periódicas ? s famílias”, finaliza.