Parlamentar sugere intérprete de Libras em repartições

O vereador Ednei Lázaro da Costa Carreira (PSB) apresentou requerimento sugerindo profissionais de Libras (linguagem brasileira de sinais) em repartições. Pedido foi encaminhado à secretária municipal de Educação, Alessandra Lucchesi de Oliveira e ao secretário de Políticas de Inclusão Social,  Paulo Henrique Malagutte.

A idéia é analisar a possibilidade de promover a contratação de intérpretes de Libras [linguagem brasileira de sinais] para atuarem em todas as repartições públicas, uma vez que o acompanhamento deste intérprete vai ser bastante útil para as pessoas com deficiência auditiva,  já que poderão interagir com maior facilidade.

A língua de sinais ou língua gestual se utiliza de gestos, sinais e expressões faciais e corporais, em vez de sons na comunicação. As línguas de sinais são de aquisição visual e produção espacial e motora. São as línguas naturais de cada comunidade de surdos, ao redor do globo. Há no mundo muitas línguas de sinais usadas como forma de comunicação entre pessoas surdas ou com problemas auditivos.

De acordo com o vereador, o pedido é importante para atender essa parcela da população. “Pedido reflete anseios de uma parcela da população e que traria grandes melhorias, já que estamos tratando de acessibilidade para pessoas que precisam de muito apoio do Poder Público”,  comenta Carreira.  O parlamentar diz que  poderia ser  feita uma parceria com o  Núcleo de Atendimento Pedagógico Especializado (Nape) "Alcyr de Oliveira", que oferece aos interessados o curso  de Libras duas vezes ao ano (janeiro e julho).