Parlamentar sugere combate ao bullying no Ensino Municipal

Tema em destaque nos debates sobre Educação, o bullying também está entre as preocupações do vereador Fontão (PSDB). O assunto foi discutido na Câmara Municipal de Botucatu.

No documento, o parlamentar propõe ao Executivo a inclusão de medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying escolar no projeto pedagógico elaborado pelas escolas públicas de educação básica de Botucatu.

De acordo com o tucano, bullying é caracterizado por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas.

“São práticas que caracterizam o bullying a exclusão social, a subtração de coisa alheia para humilhar, perseguir, discriminar, amedrontar, destroçar pertences, instigar atos violentos, inclusive utilizando-se de meios tecnológicos”, destaca.

Para o parlamentar, é fundamental que o Município se adiante e debata essa questão com os profissionais da Educação e com os próprios estudantes, de modo que situações de agressões como as que caracterizam o Bullying sejam evitadas ou combatidas.

Para contribuir com o trabalho do Executivo, o vereador enviou ? Secretaria Municipal de Educação uma minuta de Projeto de Lei que dispõe a inclusão de medidas de conscientização, prevenção e o combate ao bullying nas escolas do Ensino Básico de Botucatu.

Entre as medidas apontadas pelo idealizador do projeto de Lei na minuta enviada ? Educação estão as realizações constantes de palestras, debates, distribuição de cartilhas de orientação aos pais, alunos e professores, além de outras iniciativas que surgirem no mesmo sentido.

O parlamentar afirma que irá aguardar a resposta da Educação Municipal. Também enfatiza que se coloca disposição para a discussão sobre eventuais melhorias no projeto.