Parlamentar quer sistema de senha do PS com voz

Defensor de políticas públicas para pessoas com deficiência, o vereador Carlos Trigo (PT)  apresentou um requerimento pedindo uma alteração no sistema de senhas existente no Pronto Socorro (PS) Municipal. A solicitação foi aprovada pela unanimidade dos demais.

O documento, que foi encaminhado ao secretário municipal de Saúde, Cláudio Lucas Miranda, solicita que o Executivo analise a possibilidade de implantar no PS um sistema de senhas que, além do painel eletrônico, também seja dotado de chamada por voz, promovendo assim a acessibilidade das pessoas com deficiência visual, baixa visão, dificuldade de leitura, idosos, entre outras.

A ideia do requerimento surgiu após uma conversa com alguns munícipes que apontaram o detalhe. “O painel eletrônico do Pronto Socorro anuncia em seu visor, o número da senha de quem está aguardando e que será atendido naquele momento, mas apenas anuncia. Ou seja, pessoas com qualquer deficiência visual ou outros problemas, necessitam na maioria dos casos, da ajuda de terceiros”, explica Carlos Trigo, que também possui deficiência visual.

Ainda no raciocínio do vereador, a alteração é simples se comparada ao benefício que trará. “Em alguns bancos já existe um sistema semelhante ao que estou solicitando, com uma chama de voz, garantindo assim o acesso à informação, sem a necessidade do auxílio de outra pessoa e evitando também que exista algum risco de o paciente deixar de ser atendido por conta disso, o que, de acordo com relatos, já quase aconteceu”, completou Trigo.