Pardini deverá ser anunciado como candidato do PSDB

Com a candidatura de Pardini efetivada, a eleição de  2016 em Botucatu já se vislumbra com quatro frentes definidas, sendo as outras três compostas pelo ex-prefeito Mário Ielo (PDT), pelo advogado Junot de Lara Carvalho (PSD) e pelo também o advogado Renato Galendi (PRP)

 

Ninguém que conhece os bastidores da política botucatuense tem dúvida e o presidente do PSDB, prefeito João Cury Neto, deverá anunciar nas próximas horas o nome do superintendente da Unidade de Negócio Médio Tietê, Mário Eduardo Pardini Affonseca, como o candidato majoritário do partido para as eleições deste ano. O nome do vice ainda é uma incógnita e vários nomes cogitados estão na disputa.

Uma fonte do Acontece, que faz parte do grupo ligado ao prefeito João Cury Neto, sob o compromisso de manter seu nome em sigilo, já havia garantido em novembro que Pardini era o candidato do prefeito que é a maior liderança política de Botucatu e nunca escondeu sua simpatia por ele. Somente um fato novo e fora do contexto atual, tira ele da disputa.

Pardini passou boa parte do ano passado afirmando que não tinha interesse em deixar a superintendência da Sabesp, mas acabou convencido quando lhe foi apresentado o projeto político e em setembro deu o grande passo e a abertura para sua candidatura quando se filiou ao PSDB. Somente a partir dessa filiação é que  ele  admitiu que poderia ser candidato.

Outra informação, também publicada nesta matéria de novembro e que está se confirmando este ano é que o grupo de partidos ligados ao prefeito construiu uma base de apoio formada por 16 partidos com o objetivo de eleger o maior número de vereadores na Câmara Municipal.  Deverão ser sete coligações distintas com a intenção de eleger até oito vereadores.

Com a candidatura de Pardini efetivada, a eleição de  2016 em Botucatu já se vislumbra com quatro frentes definidas. As outras três são compostas pelo ex-prefeito Mário Ielo (PDT), pelo advogado Junot de Lara Carvalho (PSD) e pelo também o advogado Renato Galendi (PRP). Na foto acima os quatro prováveis candidatos.