Números da eleição presidencial impressionam

Se computados o número de pessoas que votaram em branco, anularam ou se abstiveram nas eleições presidenciais deste ano, chegaremos a impressionantes 37.278.923 votos que não foram para nenhum dos dois candidatos. São 1.921.819 (1,71%) de brancos; 5.219.787 (4,63%) de nulos e 30.137.317 de abstenções (21,10%). No total de um eleitorado de 142.822.046, comparecerem às 428.894 urnas espalhadas pelo Brasil, 112.683.879 eleitores. Desses, 105.541.443 foram válidos (descartando brancos e nulos).

Depois de uma campanha tensa, marcada pela agressividade, a ansiedade à espera pelo resultado final foi grande, com partidários de ambos os lados divulgando que seu candidato havia vencido. Quando os primeiros números oficiais foram divulgados pelo TSE, 95% das urnas haviam sido apuradas e a presidente Dilma Rousseff (PT) aparecia na frente, com uma vantagem curtíssima sobre Aécio Neves (PSDB), o que acirrou ainda mais os ânimos.

Com a inclusão de novas urnas na contagem, a diferença cresceu um pouco e consolidou Dilma com vitoriosa obtendo 51,64% dos votos (54.501.118 votos), à frente de Aécio Neves (PSDB), com 48,41% (51.041.156 votos).

Com uma disputa tão apertada, o desempenho dos candidatos em alguns colégios eleitorais foi decisivo para o resultado. Aécio Neves teve votações expressivas em estados historicamente dominados pelo PT, mas não conseguiu o desempenho de que precisava em estados como Pernambuco, onde conseguiu apoio da família e do partido de Eduardo Campos, PSB, e em Minas Gerais seu principal reduto eleitoral.

Aécio Neves venceu em 11 estados e no Distrito Federal. Dilma venceu em 15 estados. Dilma venceu em todos os estados do Nordeste e Aécio venceu em todos do Sul e Centro-Oeste. No Norte, Dilma teve maioria. No Sudeste, Aécio venceu em São Paulo e Espírito Santo. Dilma venceu em Minas Gerais e Rio de Janeiro. Veja abaixo o desempenho dos candidatos por estado com percentuais arredondados

São Paulo
Aécio – 64%
Dilma – 36%

Rio de Janeiro
Dilma – 55%
Aécio – 45%

Minas Gerais
Dilma – 52%
Aécio – 48%

Rio Grande do Sul
Aécio – 53%
Dilma – 36%

Acre
Aécio – 62%
Dilma – 38%

Alagoas
Dilma – 62%
Aécio – 38%

Amapá
Dilma – 61%
Aécio – 38%

Amazonas
Dilma – 65%
Aécio – 35%

Bahia
Dilma – 70%
Aécio – 30%

Ceará
Dilma – 77%
Aécio – 23%

Distrito Federal
Aécio – 62%
Dilma – 38%

Espírito Santo
Aécio – 54%
Dilma – 46%

Goiás
Aécio – 57%
Dilma – 43%

Maranhão
Dilma – 79%
Aécio – 21%

Mato Grosso
Aécio – 55%
Dilma – 45%

Mato Grosso do Sul
Aécio – 56%
Dilma – 44%

Pará
Dilma – 57%
Aécio – 43%

Paraíba
Dilma – 64%
Aécio – 36%

Paraná
Aécio – 61%
Dilma – 39%

Pernambuco
Dilma – 70%
Aécio – 30%

Piauí
Dilma – 78%
Aécio – 22%

Rio Grande do Norte
Dilma – 70%
Aécio – 30%

Rondônia
Aécio – 55%
Dilma – 45%

Roraima
Aécio – 59%
Dilma – 41%

Santa Catarina
Aécio – 64%
Dilma – 35%

Sergipe
Dilma – 67%
Aécio – 33%

Tocantins
Dilma – 59%
Aécio – 40%

Exterior
Aécio Neves – 77%
Dilma Rousseff – 23%