Novo PP realiza primeira reunião política em Botucatu

Apesar de ser um partido tradicional no Brasil, o Partido Progressista passou recentemente por uma reformulação e tem renovado o quadro de filiados e diretórios municipais no Estado de São Paulo e passou a ser chamado de Novo PP.

Em Botucatu o diretório municipal assumiu a sigla há pouco mais de um mês e pretende renovar o quadro partidário. “O novo diretório municipal é composto, cem por cento, de pessoas que nunca foram da política. A não ser eu, que sou um pouco mais “experiente” em idade, são todos jovens, com muita vontade de fazer uma nova política em Botucatu”, disse o novo presidente,  Alcides Vendrami.

O grupo, que é encabeçado pelo jornalista André Godinho, foi convidado a assumir o partido em Botucatu pelo jovem deputado federal Guilherme Mussi, que apesar de ter apenas 33 anos, está no segundo mandato na Câmara dos Deputados. “O diretório estadual foi totalmente reformulado e o Guilherme é o novo presidente. O objetivo agora é reformular os diretórios municipais, chamando pessoas de fora da política para fazer um trabalho diferente do que estamos acostumados nesse meio. Essa é a nossa missão aqui em Botucatu, mostrar a cara da nova política”, disse o jornalista.

Além do jornalista, lideranças comunitárias e pessoas de diversos segmentos da sociedade estão abraçando a ideia. Mara Destro é uma líder comunitária do Rio Bonito e faz parte do diretório. “Acredito que com a visão do Novo PP poderemos construir políticas públicas de qualidade, focando principalmente as comunidades mais necessitadas, que muitas vezes não tem acesso ao poder público”, disse ela.

Durante o primeiro encontro foram debatidos os rumos das ações do partido no município e também foram repassadas as novas regras para as eleições de 2016, que deve contar com alguns candidatos da sigla, que leva o número 11. O próximo passo e recrutar novos filiados que tenham afinidade com esse novo pensamento político. “Queremos gente nova, que não tenha disputado cargos públicos, mas que possam contribuir com ideias para construirmos um plano de desenvolvimento para Botucatu e o principal, ter bom caráter e primar pela honestidade”, completou André Godinho.

A conselheira tutelar, Malu Bossa, aderiu à causa. “Não tenho experiência política, mas uma enorme vontade de contribuir com a população de Botucatu, principalmente aquelas que dependem da área ondeatuo, ou seja, assistência social”, explicou a nova filiada. Já o deputado Guilherme Mussi enviou um vídeo onde fala com os novos integrantes do partido. “Seremos protagonistas nas eleições de 2016. Vamos liderar e construir um novo partido que está crescendo muito em todo estado de São Paulo”, disse na gravação. O diretório deve agora procurar os antigos filiados para apresentar as propostas atuais.