Finalmente, Mário Ielo e Caco Colenci oficializam união; Caco sobe o tom das críticas à João Cury

 

oficia-ielo-caco-5Na manhã desta terça-feira, 12, em um encontro no Sindicato dos Metalúrgicos, PV e PDT formalizaram diante de seus filiados a dobradinha entre Mário Ielo e Caco Colenci. A informação do acerto entre ambos havia sido dada em primeira mão pelo Acontece Botucatu há mais de um mês, sendo amplamente difundida posteriormente nas rodas e meios políticos da cidade.

Além dos pré-candidatos a prefeito e vice, a formalização contou com o a presença de inúmeros pré-candidatos a vereador dos partidos que formarão essa coalizão, sendo eles PDT, PV, PMB e PTB. Outras siglas devem se juntar, como é o caso do DEM.

“Acreditamos nessa dobrada. São pessoas que conhecem de gestão. Reunimos em uma mesma chapa o melhor do governo Ielo com o melhor que teve no governo João (Cury) que foi o Caco.Tenho certeza que podemos construir um debate que vai beneficiar a cidade de Botucatu”, disse Rodrigo Biasotti, presidente do PV.

Caco Colenci subiu o tom das crítica à João Cury
Caco Colenci subiu o tom das crítica à João Cury

Os pré-candidatos estiveram acompanhados de esposas e filhos. Um fato que chamou a atenção daqueles que acompanham a política da cidade, é que pela primeira vez Caco Colenci, ex-Secretário de Governo da atual administração, subiu o tom das críticas direcionadas ao prefeito João Cury.

“Aqui teve discussão de projeto o que não houve em outros partidos. Aqui teve escolha para o vice e em outros partidos não teve, em outros lugares mandaram avisar quem seria o candidato a prefeito e mandaram avisar quem seria o candidato a vice. Abdicamos das benesses do atual governo para construir uma cidade melhor. Não me sinto inibido de modo algum. Do lado de lá vai ter bastante dinheiro, não tenham dúvida, mas aqui a história dessa vitória será construída nas ruas”, disse Caco Colenci, que ainda se emocionou ao citar o apoio da família, em especial dos filhos.

oficia-ielo-caco-13Mário Ielo citou em sua fala que admira em Caco a capacidade de administração e gestão, fator que ele levou em conta no processo de discussão. Ele também fez críticas à atual administração, porém, mais comedidas.

“Temos problemas na Saúde, no transporte, no sistema viário e no avanço das obras. Uma obra não pode ficar parada durante anos, como muitas que temos aqui. A população não pode esperar esse tipo e coisa. Iniciamos essa caminhada com pés no chão e vamos caminhar bastante para ouvir a população”, discursou o ex-prefeito, dizendo ainda que a composição estava de braços abertos para receber mais partidos.

Apoio de Sindicatos

Chamou a atenção também a presença de representantes de alguns dos mais importantes Sindicatos de Botucatu. Figuras que, em tese, sinalizam apoio aos pré-candidatos Mário Ielo e Caco Colenci.

Na plateia era possível observar o ex-vereador Hélio Mascchetti do Sindicato dos Ferroviários, o ex-vereador José Carlos Lorenção e Miguel Ferreira da silva tesoureiro e presidente dos Metalúrgicos respectivamente e José Manuel Leme, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais – Sispumb). Também esteve presente o ex-presidente do Sindicato dos empregados do Comércio de Botucatu Carlos Negrisoli.

oficia-ielo-caco-4oficia-ielo-caco-7oficia-ielo-caco-10