Mais uma vez Botucatu vive uma eleição bastante tranqüila

Como já havia ocorrido no primeiro turno, as eleições em Botucatu não registraram nenhum incidente. A Justiça Eleitoral, Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil Municipal não tiveram nenhum trabalho e em nenhuma das secções de votação os eleitores enfrentaram filas. O clima de tranqüilidade pairou desde a instalação das urnas nas escolas, até a retiradas delas.

Para Botucatu que tem 88.656 eleitores foram reservadas 237 urnas. Já Itatinga com 12.904 eleitores teve 33 urnas e Pardinho contando com 4.620 eleitores recebeu 13 urnas. As três cidades fazem parte da Comarca para computação de 106.180 votos, em 283 urnas. Isso sem contar os casos de pessoas que justificaram o voto.

Tanto a chefe do Cartório Eleitoral da Comarca de Botucatu, Jane Leme, como o juiz eleitoral da Comarca, Luciano Forster Júnior, que acompanharam todo processo eleitoral não registraram nenhum crime cometido por eleitores ou pelos respectivos cabos eleitorais dos dois candidatos.

O clima de tranquilidade foi favorecido em razão da eleição para governador do Estado ter sido decidida no primeiro turno, com a vitória de Geraldo Alckmin. Os eleitores paulistas foram ? s urnas apenas para escolher entre os dois candidatos a presidente da República: Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB).

“Como são apenas dois candidatos a eleição tende a ser tranquila e acredito que não teremos nenhum contratempo. Pelo menos é essa nossa expectativa. Se tudo correr conforme estamos planejando, em Botucatu o resultado da votação deverá ser conhecido logo depois a eleição, por volta da 17h30”. Foi esta a previsão da chefe do Cartório Eleitoral, Jane Leme, feita no encerramento dos trabalhos do primeiro turno, o que acabou, realmente, se confirmando.

Durante a votação conhecidos políticos de Botucatu e que deverão ser adversários nas eleições municipais em 2010 se encontraram e pediram votos para seus candidatos, entre eles o atual prefeito João Cury Neto (PSDB) e Mário Ielo (PT) ex-prefeito municipal. Possivelmente, serão eles os protagonistas principais das eleições de 2012.

Fotos: Valéria Cuter