Legislativo debate preservação de área ambiental

A Câmara Municipal de Botucatu será palco na noite desta terça-feira, a partir das 19h30, para uma Audiência Pública, proposta por meio de um requerimento apresentado em conjunto  pelos vereadores João Elias (SD), Luiz Fontes –  Fontão (PSDB), Carlos Trigo (PT) e Rose Ielo (PT) para tratar de questões ambientais, focadas na Cabeceira do Alto Capivara.

De acordo com o documento, o objetivo da audiência é debater e discutir a área conhecida como Cabeceira do Alto Capivara, visando junto com a participação dos diversos setores da sociedade, elaborar propostas que contemplem iniciativas no sentido de zelar, estimular e desenvolver ações que tenham por objetivo preservar o meio ambiente, determinando soluções e diretrizes para o crescimento e desenvolvimento sustentável de Botucatu.

A ideia da audiência surgiu após uma reunião entre os vereadores João Elias e Carlos Trigo, com membros da Associação dos Amigos do Vale do Aracatu, que apresentaram a Cabeceira do Alto Capivara como um local ímpar, com mais de 10 cachoeiras, sendo uma importante área de recarga do Aquífero Guarani, zona de amortecimento da Unidade de Conservação do Parque Natural Municipal da Cachoeira da Marta (foto) e que hoje abriga uma grande variedade de fauna e flora ameaçadas de extinção, além de ser área contígua à Área de Proteção Ambiental (APA) de Corumbataí, Botucatu e Tejupá.

Para o vereador e primeiro signatário do pedido, João Elias, a discussão se faz necessária. “Todo avanço tem seu preço e estamos acompanhando o meio ambiente sofrendo com sérios problemas com a devastação ambientas em função da atividade humana e temos que lutar justamente pelo contrário, para evitarmos situações catastróficas no futuro e preservar a região do Alto Capivara é o mesmo que preservar, entre outras coisas, 50 nascentes de um grandioso manancial”, justifica o vereador. O portal do legislativo transmitirá tudo ao vivo no: www.camarabotucatu.sp.gov.br.