Justiça Eleitoral reconsidera candidatura do PSOL em Botucatu

 

carvalho
De volta : Justiça reconsidera candidatura do PSOL

No último sábado, 27 de agosto, o PSOL de Botucatu teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral por falta de documentação que habilitasse o partido nas eleições de 02 de outubro. No caso, trata-se de uma certidão expedida pelo Tribunal de Justiça.

Não havia impugnação, porém, não foram preenchidas todas as condições legais para os registros pleiteados pelo PSOL. Mas nesta semana a situação teve um desfecho favorável ao partido em Botucatu

Os membros do PSOL estiveram na última segunda-feira, 29 de agosto, no Tribunal de Justiça para que a documentação exigida pela legislação, conforme disposto no artigo 27 da resolução TSE nº23.455/2015, fosse regularizada. A chapa, que tem Daniel Carvalho como candidato e Gustavo Bilo como vice, entrou com um pedido de reconsideração na 26ª Zona Eleitoral, fato aceito e julgado procedente pelo Juiz Eleitoral Dr. Josias Martins de Almeida Junior.

“Prontamente entregamos o documento que esclarece trajetória ficha limpa dos candidatos do PSOL 50 de Botucatu à Prefeitura de Botucatu e Câmara Municipal de Botucatu, e nossa chapa ‘Esperança e Liberdade’ está devidamente registrada. Destacamos que neste processo eleitoral seguimos firmes com muito orgulho de nossa caminhada coerente e limpa, com grande união na luta da militância voluntária e adesão sem remuneração de cidadãos e cidadãs que creem na ideologia e no programa de governo proposto por nosso partido. Muito obrigado a todos pelo apoio e solidariedade. Em meio à crise moral e política que atravessamos, resistiremos em nossa luta conscientes de que estamos no caminho certo, e seguiremos juntos, todos, agora mais fortes do que nunca”, disse Daniel Carvalho.