José Aníbal será coordenador da campanha de Alckmin

O deputado federal José Aníbal, esteve visitando Botucatu na manhã desta segunda-feira e se reuniu no auditório da Prefeitura, com lideranças políticas da cidade e imprensa. Ele será coordenador da campanha a governador de Geraldo Alckmin, que deverá ter a candidatura homologada este mês pelo PSDB paulista. Aníbal está percorrendo os municípios paulistas na busca de sugestões para montar o programa de governo para uma eventual vitória de Alckmin.

Para o prefeito João Cury, a proposta de fazer com que os prefeitos e lideranças possam trabalhar e contribuir na elaboração de um programa do governo é uma decisão acertada e uma abertura política fantástica. “É o comprometimento, o compromisso com a cidade e a região. É uma oportunidade da gente poder fazer sugestões ao nosso futuro governador”, colocou João Cury.

De acordo com Aníbal, o objetivo do candidato Geraldo Alckmin é dar oportunidade para que todas as lideranças das cidades paulistas se manifestem e possam fazer suas principais reivindicações e dar sugestões sobre o governo. “Nós queremos fazer um governo mais participativo em São Paulo. Viemos aqui em busca de idéias para São Paulo”, comentou o deputado tucano.

Ele revela que nesses16 anos em que o PSDB administra São Paulo houve muitos avanços e o Estado como um todo teve um crescimento progressivo e ordenado em todas as áreas, principalmente em Segurança Pública, Saúde, Esporte, Transporte e Educação.

“A proposta é continuar fazendo de São Paulo o maior e mais produtivo estado brasileiro. A população de São Paulo deu a oportunidade do PSDB de administrar o Estado e nesses 16 anos tivemos um avanço muito acentuado. Nossa proposta é continuar fazendo de São Paulo o estado mais desenvolvido do País, para dar continuidade ao governo Serra (José) que nos dará apoio em âmbito nacional como presidente República. Serra fará para o Brasil o que fez por São Paulo”, prega Aníbal.

Ele tem consciência que durante a campanha eleitoral um dos principais pontos a ser enfocados pela oposição será a instalação das praças de pedágios, no interior do Estado. Na visita que fez a Botucatu no mês passado o virtual candidato do PT ao governo do Estado, Aluízio Mercadante, não poupou críticas aos pedágios instalados.

“Isso é conversa mole de candidato que não tem propostas. Ninguém gosta de pagar pedágio, mas São Paulo tem as melhores estradas do Brasil. A logística do transporte federal que depende do governo federal do presidente Lula é um desastre. Não há como ter boas estradas sem os pedágios e o PT sabe disso, mas faz demagogia. Daqui a pouco eles vão falar da Saúde e teremos que perguntar: quantos hospitais que foram feitos em São Paulo pelas mãos dos petistas? O PT governou algumas cidades do Estado, mas não construiu nenhum leito de hospital e vem criticar a Saúde”, frisou Aníbal.

E ele acrescenta: “Na Segurança Pública eles criticam a quantidade de drogas que circulam por São Paulo, mas se esquecem de dizer que as drogas chegam ao Brasil pelas fronteiras que deveriam ser fiscalizadas pelo governo Federal. Então, eles criticam tudo que está sendo feito para tentar enganar a população. Isso, como eu já disse, é argumento de quem não tem propostas de governo para apresentar”.

E complementa: “Então queremos realizar um governo em São Paulo, com o engajamento de todos, pois nosso governo será de todos os paulistas. Não deixaremos de atender um prefeito só porque ele é da oposição. O José Serra, como governador atendeu a todos, sem ver cores partidárias e com o Geraldo (Alckmin) não será diferente. Por isso, estamos nesta luta e precisamos da dedicação e do empenho de todo para dar continuidade a um governo empreendedor e realizador”.

{n}José Aníbal {/n}

José Aníbal Peres de Pontes, nasceu em Guajará-Mirim, em 9 de agosto de 1947. É um político brasileiro, filiado ao PSDB. Foi suplente de deputado federal em 1991, sendo efetivado em 1993 e eleito em 1994 e 1998. Em 2002 candidatou-se ao senado, mas não se elegeu.

Em 2005 e 2006 exerceu o mandato de vereador na cidade de São Paulo, sendo o campeão de votos naquelas eleições. Também foi presidente nacional do partido. Foi secretário de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo e é tido como um dos responsáveis pela criação de várias Fatecs. Nas eleições de 2006, foi eleito deputado federal por São Paulo.

Fotos: Quico Cuter