Horário de propaganda de rádio em Botucatu será alterado

Igor Ignácio (foto), chefe de Cartório Eleitoral da 26º Zona de Botucatu, encaminhou um documento relatando que na sessão administrativa desta quinta-feira (9), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou resolução que dispõe sobre a representação dos partidos que deve ser considerada para a distribuição do tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio nas eleições municipais de 2012, alterando a bancada do PSD, que teve aumento no seu tempo.

O sistema do Horário Eleitoral Gratuito já está atualizado com a nova
representação aprovada pelo TSE. Essa nova representação influencia diretamente nos cálculos de tempo de propaganda em rede e inserções. Para a nova distribuição foi necessário reiniciar o sistema para todos os cargos, importar novamente os partidos, efetivar a seleção dos partidos participantes e efetuar as distribuições.

O horário máximo de entrega das mídias, o formato das mídias, o formato dos arquivos de som, quais rádios serão as geradoras, possibilidade de pedidos de direito de resposta e as demais regras sobre propaganda eleitoral gratuita no rádio.

A propaganda da eleição majoritária, ou seja, prefeito e vice-prefeito será feita as segundas, quartas e sextas-feiras em dois horários: das 7 ? s 7h30 e das 12 ? s 12h30. A propaganda manterá uma rotatividade diária, ou seja, o primeiro do dia, vai para segundo no outro dia e o terceiro vai para primeiro e assim, sucessivamente, até o último dia previsto pela lei eleitoral.

Quem abre o Horário Eleitoral Gratuito em Botucatu é o PSOL, que tem na chapa o candidato Gustavo Henrique Passerini Alves e Vanessa Ito Camargo, da oposição, que não tem candidatos a vereador e terá o tempo de 3´27”16, nos dias reservados a prefeito.

Em seguida entra no ar a propaganda da coligação “Todos Juntos Pelo Melhor”, da situação, encabeçada pelo prefeito João Cury e o vice Antônio Luiz Caldas Júnior que terá em cada horário estipulado pela Justiça Eleitoral um tempo de 14´23”22. Cury/Caldas tem a adesão de 14 partidos: PSDB, PCdoB, PR, PP, PV, PDT, PTB, PSL, PSC, PPS, DEM, PSB, PTN e PHS e na soma dos dois horários diários contará com 28´46”44.

Na sequencia quem faz a propaganda é a coligação “Botucatu Para Todos”, da oposição, com Mário Ielo e Júnior Colenci que terá ? disposição em cada horário 12´09”62, e apoio de 07 partidos: PT, PMDB, PRB, PPL, PTC, PSDC e PSD.

{n}Proporcional{/n}

Já para a proporcional (vereador) a propaganda será nos mesmos horários, dividida em seis blocos e manterá rotatividade diária sucessiva, ou seja, o primeiro do dia vai para segundo no outro dia e este vai para terceiro, que vai para o quarto e este vai para o quinto que vai para o sexto e este vai para primeiro, para recomeçar a rotatividade.

A propaganda na eleição das coligações proporcionais foi dividida da seguinte forma seqüencial: PRB/PSD/PTC (04´04´´00); PT/PPL (05´08´´80); PSDB/PR (05´13´´60); PMDB/PSDC (04´40´´60), DEM/PPS/PSB/PSC (04´49´´60) e PCdoB/ PDT/PP/PTB/PSL/PV (06´04´´00).

O juiz eleitoral distribuiu os horários reservados ? propaganda de cada eleição entre os partidos políticos e as coligações que tenham candidato, observados os seguintes critérios (Lei nº 9.504/97, art. 47, § 2º, I e II; Ac.-TSE nº 8.427, de 30.10.86): um terço, igualitariamente; dois terços, proporcionalmente ao número de representantes na Câmara dos Deputados, considerado, no caso de coligação, o resultado da soma do número de representantes de todos os partidos políticos que a integrarem.

Foto: Valéria Cuter