Fios da CPFL em via pública é debatido na Câmara

Os vereadores João Elias (SDD) e Luiz Francisco Fontes – Fontão (PSDB) apresentaram em sessão ordinária da Câmara Municipal, dois requerimentos, que foram aprovados pela unanimidade dos demais legisladores. Os pedidos são pela verificação de árvores antigas e suas reais condições e riscos, além de uma solicitação para que a CPFL aumente sua fiscalização em toda fiação que corta Botucatu.

O pedido direcionado à Companhia Paulista de Força e Luz faz referência às diversas ocorrências existentes em Botucatu de caminhões que derrubam a fiação por conta de sua altura. “São fios que depois de atingidos, invariavelmente ficam danificados e expostos nas vias públicas, soltando muitas vezes, faíscas que colocam em risco a vida de pedestres com suas descargas elétricas”, afirmou João Elias.

Dispostos a entender melhor o problema, os legisladores encaminharam dois questionamentos à Companhia. No primeiro deles, o pedido é por uma intensificação na fiscalização sobre toda a rede elétrica e o segundo é procurando justificativas para a demora que sempre é registrada por munícipes da manutenção das fiações danificadas.

No requerimento que trata das antigas árvores do município, a preocupação apresentada pelos legisladores é quanto aos riscos que as mesmas oferecem. “Botucatu é uma cidade bastante privilegiada pelo grande número de árvores que temos, mas nosso pedido é pelas árvores que já estão plantadas há muitas décadas e que por vezes já não possuem estrutura tão firme em suas raízes e galhos” comentou Fontão.

A ideia dos vereadores é que a secretaria de Meio Ambiente do município informe sobre a possibilidade de se fazer um levantamento e uma pesquisa das árvores mais antigas para que uma análise mais profunda seja realizada. Os legisladores justificam o pedido pelos riscos que esses galhos oferecem em dias de grandes tempestades.