Encontro debate criação de ações contra incêndios

A Câmara Municipal de Botucatu foi palco de mais um encontro que tratou da elaboração do Plano de Ações para Prevenção a Incêndios e Combate a Queimadas. As reuniões, que são coordenadas pela vereadora Rose Ielo (PT), já evoluíram bastante nas tratativas do tema. Além dela, também participaram o presidente do Poder Legislativo, vereador André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB) e vereador Ednei Lázaro da Costa Carreira (PSB).

A mesa que conduziu os trabalhos foi formada pela vereadora, além do secretário municipal de Meio Ambiente, Perseu Mariani, o coordenador da Defesa Civil do município, Paulo Renato da Silva, o presidente do Conselho Municipal de Segurança, Clóvis de Almeida Martins, o Guarda Civil Municipal da Patrulha Ambiental, Carlos de Paula e o sargento do Corpo de Bombeiros, Odair José Ferrari. Além desses também estavam presentes representantes da secretaria de Meio Ambiente, secretaria de Educação, Usina São Manuel, Unesp de Botucatu, Duratex e Equaliza Ambiental.

De acordo com um relatório apresentado durante o encontro, pela Guarda Municipal de Botucatu, apenas em 2014, foram registradas 192 ocorrências de queimadas do município, sendo maior índice delas na região Norte, que contou com 55 focos de incêndio. Mesmo alto, o número foi menor do que o apresentado em 2013, onde foram registradas 198 ocorrências. Em 2015 já foram registradas 45 ocorrências de fogo no município, mesmo ainda fora do período crítico. Destaque novamente para o setor Norte, com 13 ocorrências.

No plano apresentado pela vereadora, estão descritas 12 ações que devem ser desenvolvidas pelo município. As ações estão divididas em quatro etapas, sendo a primeira delas direcionada para educação e conscientização; a segunda, para mobilização e prevenção; a terceira etapa, para fiscalização em combate aos incêndios florestais e controle de queimadas; e a quarta etapa, com um balanço do ano de 2015 e as metas para o ano de 2016.

Satisfeita com os temas debatidos no encontro a vereadoras esperar agora poder dar continuidade na implantação do Plano. "Vamos encaminhar agora todas as ideias para Defesa Civil Municipal para que a mesma de continuidade na formação do plano. Estamos cumprindo com nosso papel primordial, ouvindo a sociedade e o poder público a respeito de um tema que diz respeito a todos. Nossa intenção sempre foi de melhorar, de buscar alguma alternativa para contornar esse grave problema que assola Botucatu e sinto que caminhamos positivamente neste sentido”, explicou a vereadora.