Dilma e Aécio disputam o segundo turno para presidente

A eleição presidencial será decidida em segundo turno entre os candidatos Dilma Rousseff (PT) que busca a reeleição e obteve 41,59% dos votos e Aécio Neves (PSDB), com 33,55 %.  Marina Silva (PSB) ficou na terceira colocação obtendo 21,32 %, de acordo com os números oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O resultado final contrariou as pesquisas que apontavam empate técnico entre Aécio e Marina.

Marina foi a candidata que mais caiu nas pesquisas de opinião pública depois de colocar 10 pontos percentuais sobre Dilma Roussef e 20 pontos em Aécio Neves. Nas últimas semanas, muito questionada pelos outros dois candidatos, ela foi perdendo espaço, teve uma queda acentuada nas pesquisas e não conseguiu se recuperar.

Com isso os eleitores de todo Brasil terão que voltar às urnas no próximo dia 26 de outubro para decidir quem será o presidente da República Federativa do Brasil para o mandato de quatro anos que se inicia em 1º de janeiro. O início da propaganda eleitoral do segundo turno no rádio e na TV está previsto para se iniciar na próxima semana. O tempo para os dois candidatos será, rigorosamente, igual.

 

Dilma

Dilma Vana Rousseff nasceu em Belo Horizonte em 14 de dezembro de 1947. É economista e política brasileira, filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT) e atual presidente da República Federativa do Brasil, Interessou-se pelos ideais socialistas durante a juventude, logo após o Golpe Militar de 1964.

Reconstruiu sua vida no Rio Grande do Sul, onde, junto a Carlos Araújo, seu companheiro por mais de trinta anos, ajudou na fundação do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e participou ativamente de diversas campanhas eleitorais. Exerceu o cargo de secretária municipal da Fazenda de Porto Alegre de 1985 a 1988, no governo Alceu Collares.

De 1991 a 1993, foi presidente da Fundação de Economia e Estatística e, mais tarde, foi secretária estadual de Minas e Energia, de 1999 a 2002, tanto no governo de Alceu Collares como no de Olívio Dutra, no meio do qual se filiou ao Partido dos Trabalhadores (PT) em 2001. Em 2002, participou da equipe que formulou o plano de governo de Luiz Inácio Lula da Silva para a área energética. Posteriormente, nesse mesmo ano, foi escolhida para ocupar o Ministério de Minas e Energia. Em 2005 Rousseff foi nomeada ministra-chefe da Casa Civil. Em 2010 foi eleita a primeira mulher presidente da história brasileira e agora em 2014 busca a reeleição.

 

Aécio

Aécio Neves da Cunha, nasceu em Belo Horizonte em 10 de março de 1960. É um economista e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Natural de Belo Horizonte, Aécio é graduado em economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais. É neto do ex-presidente Tancredo Neves, com quem adquiriu suas primeiras experiências políticas. Em 1987, iniciou o seu primeiro mandato como deputado federal pelo estado de Minas Gerais, exercendo o cargo até 2002, totalizando quatro mandatos. Presidiu a Câmara dos Deputados no biênio de 2001-2002, renunciando ao cargo em dezembro de 2002.

Aécio foi eleito governador de Minas Gerais em 2002. Como governador, teve bons índices de aprovação e foi reeleito na eleição de 2006, tendo desta vez a maior votação já registrada no estado. Renunciou ao cargo de governador em março de 2010, a fim de concorrer ao senado federal, sendo substituído pelo seu vice, Antônio Anastasia. Nas eleições de 2010, foi eleito o senador com a maior votação do Estado. Assumiu o cargo em 1º de fevereiro de 2011 e, em 2013, foi escolhido presidente nacional do PSDB e ser o candidato à presidência da República.

 

Foto: Divulgação