Dia do Educador Físico em Botucatu foi instituído

Os profissionais de educação física já têm uma data especial para comemorar em Botucatu. Isso porque, na última sessão ordinária da Câmara Municipal, todos os legisladores aprovaram o Projeto de Lei 69/2014 de autoria do vereador João Elias (SDD) que definiu o dia primeiro de setembro de todos os anos como o Dia Municipal do Profissional de Educação Física. A lei já está em vigor e em 2014 a data já poderá ser lembrada.

Para conseguir a aprovação do projeto de lei, um pouco antes do início da Ordem do Dia da última sessão, o vereador pediu a suspensão dos trabalhos por 10 minutos para que a coordenadora de educação física da Prefeitura e professora universitária, Gisele Bertoloni, ocupasse a tribuna da Casa e falasse um pouco sobre sua área de atuação e também sobre os benefícios das atividades físicas na vida das pessoas.

De acordo com o autor da Lei, vereador João Elias, a ideia da criação da data veio com o objetivo de valorizar os profissionais. “São pessoas tecnicamente preparadas para trabalhar em atividades que envolvem a relação corpo e movimento e que atuam tanto na manutenção da saúde quanto na prevenção de doenças, como em casos de estresse, sedentarismo, hipertensão e doenças crônico-degenerativas”, justificou o vereador.

A escolha pelo dia primeiro de setembro se deu pelo fato de que em 1998, nesta mesma data, a profissão de educador físico foi regulamentada no Brasil, quando entrou em vigor a Lei de número 9.696/1998 que determinou a criação do Conselho Federal e Conselho Regional de Educação Física.

A falta de atividade física associada a uma alimentação desregrada tem como resultado as doenças cardiovasculares, maior causa de morte no mundo.  Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 70% das doenças estão ligadas ao estilo de vida. A prática e os investimentos em educação física poderiam trazer uma economia de 50% do que se gasta para combater as doenças crônicas relacionadas ao sedentarismo.