Chefe do Cartório Eleitoral diz que PDT de Mário Ielo está inativo em Botucatu

O Acontece Botucatu traz em primeira mão uma informação importante da Justiça Eleitoral. O PDT – partido do ex-prefeito Mário Ielo – está inativo.  Segundo Igor Ignácio, chefe do Cartório Eleitoral da 26ª Zona, o partido perdeu o prazo legal para a constituição do diretório. “O PDT está inativo, legalmente não existe. Venceu o prazo que foi dado para a constituição do partido, ou seja, nada do que foi feito até aqui tem validade para a justiça eleitoral”, disse Igor.

Igor Ignácio lembrou que da maneira como está, ninguém poderá se candidatar pela sigla em Botucatu. “Nesse momento todos estariam inelegíveis. O caminho a ser tomado é uma nova composição provisória e uma nova ata”, explica.

 

O Acontece Botucatu teve acesso a certidão que indicaria a inatividade do partido

 

Desde agosto de 2015 o ex-prefeito de Botucatu assumiu o PDT, organizou os quadros, além de levar consigo antigos colegas de PT. Informado, Mário Ielo, que é presidente da Comissão Provisória, disse que não existe nenhum impedimento no momento. “O diretório fez a renovação da comissão. Ele está ativo no TRE (Tribunal Regional Eleitoral), é uma questão de publicação apenas. Assim que publicar no cartório em São Paulo, será publicado online em Botucatu também”, coloca.

Ele aproveitou para falar sobre as últimas prestações de conta do partido. “As contas do diretório também foram aprovadas, na Receita Federal inclusive. A contabilidade aguarda apenas a publicação”, finaliza o ex-prefeito.

Recentemente Mário Ielo anunciou que sua esposa, a vereadora Rose Ielo (PT), também ingressaria nos quadros do PDT na janela partidária que foi promulgada nesta quinta, 17, em Brasília. Segundo o Cartório eleitoral de Botucatu, o PDT não teria nesse momento poder de filiação por conta da situação do diretório. A sigla teria perdido a ferramenta eletrônica Filiaweb, ficando dessa forma impedido de receber novos filiados.