Câmara volta debater o Plano Diretor Participativo

A Câmara Municipal de Botucatu foi palco no final da tarde de terça-feira, 14, de mais uma reunião que discutiu a revisão do Plano Diretor Participativo. Estiveram presentes no encontro, diversos membros do Núcleo Gestor do projeto, além de membros da Secretaria Executiva e da sociedade civil. Do Poder Legislativo, apenas o presidente da Casa de Leis, vereador André Rogério Barbosa – Curumim (PSDB) se fez presente.

O encontro da última terça-feira foi o quarto realizado nas dependências da Câmara Municipal e o principal objetivo da reunião, foi tomar conhecimento de todas as sugestões encaminhadas por munícipes pelo portal virtual do plano (http://pdp.botucatu.sp.gov.br). Depois de diversas análises relacionadas aos temas, foi determinado que parte das sugestões seriam levadas adiante e outra parte, justificadas aos seus autores.

Para o presidente da Câmara, a sequência de reuniões do Plano tem sido proveitosa. “Muito produtivo e posso garantir que estamos tomando conhecimento das reais necessidades apontadas pela população e não estamos ignorando. Tudo está sendo levado em consideração para que a gente consiga definir quais serão as melhores metas para o desenvolvimento de Botucatu nos próximos anos”, comenta Curumim.

O Plano Diretor Participativo é um instrumento de desenvolvimento e planejamento de Botucatu, já que estabelece prioridades, objetivos, diretrizes e estratégias sociais, políticas, territoriais, econômicas, culturais, ambientais e institucionais. Se destaca também por ser elaborado em parceria com a sociedade civil. Sua revisão parte do princípio de que a administração municipal foi estimulada a proceder com a atualização dos diagnósticos, objetivos e diretrizes setoriais existentes, com a participação de conselhos e entidades da sociedade.