Câmara muda horário de audiências públicas após reportagem do Acontece

Após a esvaziada reunião pública para a demonstração de contas do terceiro quadrimestre de 2015 por parte da prefeitura, vereadores e populares criticaram os horários designados para as audiências realizadas na Câmara Municipal. Matéria do Acontece Botucatu mostrou, na manhã desta quinta, 25, o plenário vazio e sem a presença de 4 vereadores na demonstração do Secretário da Fazenda, Luiz Augusto Felippe, sob o comando da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade da Câmara.

Ciente da repercussão negativa, o vereador Curumim (PSDB), presidente da Câmara Municipal, determinou nesta sexta, 26, que todas as audiências do Legislativo serão feitas no período noturno a partir de agora. “Saiu do forno agora, estou falando primeiro para vocês do Acontece Botucatu. Determinei para a direção da casa que todas as reuniões públicas organizadas pelo legislativo serão à noite. Espero agora que todos os vereadores estejam presentes. Espero também que essa medida possa beneficiar a população, ou seja, espero a presença de mais pessoas na discussão de assuntos importantes com essa mudança de horário”, disse Curumim.

Relembre o caso

Na manhã desta quinta, 25, a Prefeitura prestou contas na Câmara Municipal sobre o último quadrimestre de 2015. Quem fez a explanação foi o secretário municipal da Fazenda, Luiz Augusto Felippe. Os trabalhos na Câmara estavam sob o comando da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade. A audiência foi realizada em cumprimento ao artigo 48, parágrafo único, da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Além de maçante, as reuniões estão sempre vazias, sem público e não contam com a totalidade dos vereadores que recebem subsídios para a fiscalização do poder executivo, entre outras. Com exceção de vereadores e funcionários da Câmara e Prefeitura, a audiência desta quinta feira teve como expectadores dois membros da imprensa e apenas um cidadão.

Vereadores ausentes

Não importa qual seja o assunto, saúde ou finanças, as audiências públicas não contam com a presença unânime dos vereadores e, claro, dessa vez não foi diferente. Estavam presentes Izaias Colino (PSDB), Carlos Trigo (PT), Lelo Pagani (Rede), Rose Ielo (PT), Valmir Reis (PPS), Ednei Carreira (PSB) e Fontão (PSDB).

Os ausentes foram: O presidente da Casa Curumim (PSDB), Reinaldinho (PR), João Elias (Solidariedade) e Fernando Carmoni (PSDB). Aliás, Carmoni é relator da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade, responsável pela condução dos trabalhos. Os outros membros da comissão (Trigo e Carreira) estavam presentes.