Botucatu teve uma eleição bastante tranqüila

Fotos: Valéria Cuter

Sem a menor sobra de dúvida, Botucatu viveu uma das eleições municipais mais tranqüilas de sua história política, apesar da grande quantidade de “santinhos” jogados nas ruas próximas dos locais de votação. Por causa disso, funcionários de uma empreiteira iniciaram o serviço de limpeza. O trabalho só deverá ser encerrado nesta segunda-fera (8).

Nas primeiras horas da manhã, também houve o encaminhamento de dois candidatos a vereador ? 1ª Central de Polícia Judiciária e um para a 2ª Central, que irão responder por crime eleitoral na Justiça. Fora isso, a situação se manteve calma durante o dia inteiro e foi possível constatar o clima amistoso entre os candidatos e suas respectivas assessorias e cabos eleitorais.

O primeiro candidato a prefeito a votar foi Gustavo Henrique Passerini Alves, o Bilo (PSOL), que tem como vice, Vanessa Ito. Ele chegou com sua esposa na Escola Dom Lúcio Antunes de Souza, na Vila dos Lavradores, por volta das 9 horas. Deu entrevista aos repórteres que faziam a cobertura da eleição e destacou sua expectativa sobre a eleição.

Por volta das 9h30 as lentes dos fotógrafos se voltaram para a Escola Industrial, na Avenida Sant´Anna, onde o prefeito João Cury Neto (PSDB), que encabeça a coligação “Todos Juntos Pelo Melhor” e busca a reeleição, tendo como companheiro de chapa o vice, professor Antônio Luiz Caldas Júnior (PCdoB), realizou seu voto. Ele esteve acompanhando da esposa Rachel Ferronato Cury e dos filhos do casal, além de assessores e cabos eleitorais.

Já o candidato Mário Ielo do PT, que divide a chapa majoritária com Júnior Colenci (PMDB), foi último dos candidatos a prefeito a votar. Ele chegou por volta das 12 horas na Escola Estadual Cardoso de Almeida (EECA). Vários assessores e sua esposa Rose Ielo, postulante a uma das cadeiras da Câmara Municipal, o acompanharam.

A maior concentração de pessoas, somando eleitores, assessores políticos e candidatos, deu-se nas imediações da Praça da Catedral Metropolitana, onde estão vários estabelecimentos de ensino que emprestaram suas salas de aulas para serem transformadas em dezenas de secções de votação. Durante o pleito (das 8 ? s 17 horas) nenhuma ocorrência que merecesse destaque foi registrada pelos mesários.

{bimg: 34908:alt=interna:bimg}