Botucatu teve a eleição mais tranquila da história

Se no primeiro turno a eleição em Botucatu foi absolutamente tranqüila, com apena um caso registrado pela Justiça Eleitoral, o segundo turno foi ainda mais tranqüilo, como sendo a mais tranquila da história.  Ás 8 horas foram abertos os estabelecimentos de ensino para receber eleitores que acordaram mais cedo para exercer o direito ao voto.

O Juiz Eleitoral da Comarca, José Antônio Tedeschi, vistoriou as três cidades que fazem parte da Comarca: Botucatu, Itatinga e Pardinho e não teve nenhum contratempo. Também o chefe do Cartório da Eleitoral, Igor Inácio, não registrou problemas com as urnas, nem com eleitores. A média de tempo que cada eleitor levou para votar foi bastante significativa: 15 segundos. Por isso as filas inexistiram.

No que diz respeito á Segurança Pública, as forças de segurança, formada pela Polícia Civil, Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal, acompanharam a movimentação dos eleitores. Nem os tradicionais ”santinhos” foram vistos espalhadas nas proximidades dos locais de votação