Assinado o contrato para construção do Fórum

A manhã desta quinta-feira foi um dia especial para Botucatu. Em frente ao antigo Fórum de Botucatu na Avenida Dom Lúcio foi assinado o contrato entre a Prefeitura Municipal e a Construtora Resiplan Ltda, para oficializar a construção do novo Fórum, em uma área de 10 mil metros quadrados, no Jardim Riviera, onde o serviço de terraplanagem do terreno foi concluído e entregue ao prefeito João Cury Neto. O empreendimento está orçado em R$ 14.570.327,09 e irá proporcionar cerca de 250 empregos. A previsão para início e término da obra é de 370 dias.

Nunca é demais lembrar que o antigo Fórum, foi interditado no início do ano 2000 por determinação do diretor da época, Luis Otávio Duarte Camacho, sob alegação de que o prédio não oferecia segurança e corria o risco de desabar. Por causa disso, as varas foram desmembradas e passaram a funcionar em locais diferentes. Isso vem causando sérios transtornos ? população e aos funcionários forenses.

O empresário Fernando Borgatto, responsável pela Construtora Resiplan, que venceu a licitação declarou que a cidade vai ganhar com o investimento é a cidade, já que o dinheiro irá circular no município. “O fato de a Resiplan participar de uma licitação dessa e sair vitoriosa na sua terra, é muito importante, mais até do que a própria construção do prédio”, comenta o empresário, lembrando que além dos trabalhadores que serão contratados para a construção do prédio, outras empresas da cidade também se beneficiarão.

“No pico serão 250 empregos diretos na obra, mas outras empresas terceirizadas também farão parte do processo, como as do setor elétrico, hidráulico, de serviços, serralheria, entre outras. Então, o dinheiro vai vir para Botucatu e ficar em Botucatu. Entendo que quem deveria estar feliz é a cidade e quem batalhou para que isso acontecesse depois do fechamento do Fórum antigo. As pessoas que lutaram perante o judiciário e governo do Estado estão vendo hoje a coroação de um trabalho, que se consolida no governo do João Cury, que tem grande mérito nisso pelo seu relacionamento com o governador”, diz.

Quanto ? preparação do início dos trabalhos, Borgatto é taxativo. “Faz um mês que estamos preparados, porque já fazem 60 dias que a licitação foi feita. Se Deus quiser, vou cumprir o contrato ? risca e entregar a obra no tempo previsto que é de 370 dias. A terraplanagem do terreno foi entregue hoje ? Prefeitura (quinta-feira). Pretendemos iniciar o trabalho amanhã (sexta-feira)”, garantiu.

{n}Dia de festa{/n}

O presidente da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – Subsecção de Botucatu, Samir Daher Zacharias, não escondeu sua alegria em ver a construção ser feita durante seu mandato. “Para nós é um dia de festa. Registrar a assinatura desse contrato de uma luta que já dura sete anos, é uma satisfação muito grande. A vida do Poder Judiciário terá uma sensível melhora na prestação de serviços e comodidade”, prevê o presidente da OAB.

“O que temos vivido nesses últimos sete anos é uma verdadeira via sacra em atendimento do serviço jurisdicional. Com o advento de uma construção desse porte, com capacidade para até nove Varas, vamos ter projeção de segurança por, pelo menos, 30 anos, com instalações de primeiro mundo, para a correta aplicação da Justiça”, acrescentou Zacharias.

O Juiz de Direito da 1ª vara da Comarca de Botucatu e Juiz da Vara da Infância e Juventude, Josias Martins de Almeida Júnior, e que nos próximos dias será o novo diretor do Fórum de Botucatu, ressaltou que a assinatura do contrato ficará marcada na história do Judiciário, porque representa não só a conquista, mas um marco de uma nova prestação de serviços da jurisdição.

“Esse novo prédio possibilitará, um acesso ? Justiça para todo cidadão, que terá como parâmetro, como referência, o próprio prédio. Em razão varas estarem espalhadas, os funcionários forenses encontram muitas dificuldades para prestarem um bom atendimento ? população, assim, como fica dificultado o trabalho dos advogados, juízes e promotores. A construção de um novo Fórum será bom para todo mundo, principalmente para a população que contará com um atendimento célere, adequado e eficaz”, ressaltou o juiz.

{n}Final de uma etapa{/n}

Para o prefeito João Cury Neto, a assinatura do contrato representa o final de uma etapa e a consolidação de um compromisso assumido com a população de Botucatu. “Na campanha a gente dizia que iria viabilizar a construção do Fórum e terminar aquela novela que vinha se arrastando por vários anos e que incomodava todos nós. Felizmente conseguimos fazer o processo licitatório que foi o maior já realizado em Botucatu”, comemora o prefeito.

Ele colocou que sua alegria é renovada e redobrada em razão da empresa Resiplan, que é de Botucatu, ter se saído vencedora do processo licitatório. “Isso irá gerar trabalho, renda para o município. O dinheiro irá circular em Botucatu e todo mudo irá ganhar com isso. O Fórum de Botucatu será o primeiro do Estado totalmente digitalizado, que irá facilitar a consulta dos processos. É uma obra de primeiro mundo e a gente só tem que comemorar, mesmo”, disse o prefeito, que já faz sua previsão para a inauguração oficial do no Fórum de Botucatu, no ano que vem. “Queremos fazer a inauguração (do Fórum) no aniversário da cidade no mês de abril”.

Foto: Fernando Ribeiro