Alckmin faz campanha apostando em sua experiência

Na tarde desta sexta-feira (2), o candidato a governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) esteve em Botucatu onde cumpriu uma agenda que terminou na Rua Amando de Barros. Ele esteve acompanhado de vários candidatos a deputado estaduais e federais e dos dois candidatos ao senado na coligação feita em São Paulo: Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) e Orestes Quércia (PMDB).

Ele busca a quinta gestão consecutiva do PSDB no Estado mais importante do Brasil. Com seus 57 anos, o ex-governador que já governou São Paulo por dois mandatos, se diz preparado e maduro para retornar ao cargo e considera a experiência seu maior trunfo para buscar apoios junto ao eleitorado paulista.

“Sinto-me mais preparado, mais experiente para realizar avanços ainda maiores. Se o povo de São Paulo elegeu o PSDB por todos esses anos significa que aprovou o nosso governo, que estamos no caminho certo. Avançamos muito em todas as áreas, mas ainda há desafios a serem cumpridos. O povo é muito fiel e tem memória. O partido está unido e consciente de suas responsabilidades. Por isso, estamos ? frente nas pesquisas. Com o início do horário eleitoral vamos apresentar nossas propostas para que o povo possa comparar com as propostas dos nossos adversários”, diz.

Pelas projeções que estão sendo aventadas, pressupõe-se que haverá uma polarização entre Alckmin e o Aluízio Mercadante, do PT. Sobre o comparativo entre os dois candidatos Alckmin não titubeia: “Eu vejo a questão da experiência. Nós temos uma experiência bem-sucedida no Estado com muitas obras e benfeitorias em todos os setores. Entendo que isso será decisivo para nossa caminhada rumo ao Palácio do Governo. O PT não tem o que mostrar em São Paulo, porque nunca fez nada por São Paulo. Vamos fazer o dinheiro do povo, voltar para o povo. E São Paulo não vai quer trocar o certo pelo duvidoso”, prega.

Com relação a Botucatu o ex-governador foi taxativo: “Tenho por Botucatu um carinho especial, onde fiz muitos investimentos como governador ou secretário de Governo. O prefeito da cidade, o João Cury Neto, é um administrador dinâmico, empreendedor e capaz. Vai ter em mim um parceiro. Seja como governador ou como secretário estive sempre ao lado de Botucatu. Está aí a Fatec, o Fórum, o Parque Tecnológico, o Poupatempo, e outros. Vamos continuar trabalhando juntos para trazer mais benefícios para esta cidade. As portas do Governo sempre estiveram e continuarão abertas para Botucatu”, garantiu.

Sobre a campanha presidencial o candidato voltou a enfocar a experiência de José Serra, que concorre ? presidência e fez alusão ? candidata da situação apoiada pelo presidente Lula, Dilma Rousseff. “Quem quer dirigir o Brasil não pode andar na garupa. Porque quem pega carona e vai na garupa não guia, não breca, não acelera, não conduz. José Serra será nosso comandante. E vai ser eleito não por ser ajudante, mas por ser titular de suas próprias competências”, alfineta, concluindo: “Vamos levar Serra ? Presidência porque ele anda com as próprias pernas. O Brasil exige um presidente com história, com prática, com experiência e com currículo verdadeiro”.

Por: Quico Cuter
Fotos: Valério A. Moretto