“Oswardão” Pagani recebe o título de “Cidadão Botucatuense”

“Clima de muita emoção, plenário cheio de parentes, amigos e antigos companheiros de vereança fez o “gigante” balançar”. Foi assim o retrato da Câmara Municipal de Botucatu na noite desta sexta-fera (5) na sessão solene que marcou a entrega do Título de “Cidadão Botucatuense” ao ex-vereador Oswaldo Moreira Pagani, o “Oswardão”, um dos mais conhecidos e carismáticos políticos de Botucatu.

A sessão foi oriunda de uma proposta de homenagem feita pelo vereador Carlos Trigo (PT), contando com a aprovação dos outros dez vereadores do legislativo botucatuense, dando unanimidade ao feito. E foi Trigo quem ocupou a tribuna para explanar sobre os motivos que o levaram a prestar a homenagem e elencar as qualidades do homenageado ao longo de sua pública.

{n}Um pouco da história{/n}

“Oswaldão” trabalhou 35 anos no Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e atuou como vereador da Câmara Municipal por cinco legislaturas, entre 1969 e 1986. Casado com Luiza Minetto, o homenageado é pai do atual vereador Lelo Pagani, Maria Conceição Pagani, Paulo Eduardo Pagani, Maria Inez Pagani e Esmite Elói Faria.

Para Carlos Trigo a homenagem a Oswaldo Pagani, o título é merecido e justo. Citou que “seu“ Oswaldo sempre foi uma pessoa boníssima e é uma figura emblemática que atuando na política, ou já fora dela, contribuiu e ainda contribui para o desenvolvimento da cidade.

“Através de sua atuação no Poder Legislativo, lutou por inúmeras melhorias para Botucatu. Ele é natural do Paraná, mas adotou Botucatu como sua terra e não somente é um morador, mas um munícipe atuante e zeloso sempre disposto a ajudar o próximo e a cidade que adotou em seu coração”, coloca Trigo.

{n}Trajetória política{/n}

Oswaldo Moreira Pagani saiu candidato a vereador pela primeira vez em 1969 pelo então partido Arena, a convite de Antonio Delmanto, candidato a prefeito que foi derrotado nas urnas na época. Nascia ali uma das maiores carreiras políticas do legislativo em Botucatu de todos os tempos.

Foi vereador desta Casa de Leis, por cinco legislaturas, desde o ano de 1969, até 1986. Por todos esses anos foi um dos vereadores mais atuantes da Câmara Municipal, tendo apresentado inúmeros projetos de interesse público, além de ter sido o líder de governo de três prefeitos diferentes: Lico Silveira, Plínio Paganini e Jamil Cury.

“Oswaldão” sempre teve um compromisso pulsante em fazer a política focando primeiramente os interesses de nossa terra, além de fiscalizar e acompanhar a legislação e execução da política local, o vereador também contribuiu para grandes conquistas da cidade, como: a implantação da Sabesp em 1973, a aquisição do prédio da antiga Agência dos Correios, onde hoje está instalada a sede da Prefeitura Municipal de Botucatu e a criação da Escola Professor Pedro Torres.

Lelo Pagani, em poucas palavras resume o que o pai significa para sua trajetória política. “Para mim é um modelo de ética e comprometimento com o próximo e com Botucatu. Nunca deixou a política. Ele tem trabalhado comigo a dois mandatos e sempre me surpreende me ensinado algo novo. Isso vem acontecendo nos meus dois mandatos como vereador”, disse.