Voltando para casa: Carro com 5 estudantes atropela homem e capota na

A Polícia Militar Rodoviária registou na noite desta sexta, 08, um atropelamento seguido de capotamento na Rodovia João Hipólito Martins, a Castelinho (SP 209). O acidente ocorreu por volta das 20h30m no quilometro 16 + 350 metros.

Um veículo VW Space Fox preto, placas de São Paulo, ia de Botucatu com destino à capital paulista, quando no citado trecho atropelou um cidadão de nome José Valdeci Galdino Ferreira. A vítima foi levada em estado grave pelo SAMU ao Pronto Socorro do HCFMB com suspeita de fraturas na tíbia e fêmur.

No veículo estavam 5 jovens, sendo uma mulher com iniciais E.J e quatro homens com iniciais B.R, VGR, FYJ e o condutor R.E. Todos com idades entre 20 e 25 anos, estudantes de Medicina em Botucatu que voltavam para suas casas em São Paulo. Apenas um deles estava com suspeita de fratura no braço, sendo que os demais sofreram apenas escoriações. Todos foram socorridos pela Unidade de Resgate da Rodovias do Tietê ao Pronto Socorro do HCFMB e passam bem.

 

 

O acidente

Segundo declarações do condutor, a vítima surgiu repentinamente na frente do veículo, sendo impossível frear. Com o impacto, ele perdeu o controle, entrou no canteiro central, vindo a capotar após aproximadamente 100 metros. Uma viatura da Polícia Rodoviária passava pelo local. Os policiais Cabo Santos e Cabo Milanesi tiraram a vítima do meio da pista para que não fosse atropelada novamente.

O que intrigava a Polícia, era que o veículo não apresentava marca de atropelamento. Após analises minuciosas, foi constatado, com a chegada da perícia, que possivelmente José Valdeci Galdino Ferreira enroscou sua bolsa no retrovisor do veículo, sendo arrastado e atropelado. “O condutor alega que a vítima surgiu de repente, sem ninguém ver. O que nos leva a crer que foi exatamente isso que ocorreu. Ele estava atravessando sem olhar e foi atingido pelo retrovisor do veículo, sendo arrastado e atropelado na sequência. Tiramos ele da pista para que não fosse atropelado novamente, até que o SAMU o conduziu para o HC”, disse o Cabo Milanesi.

 

Fotos: André Godinho

O cinto de segurança salvou vidas

Conversando com a equipe de Resgate da Concessionária Rodovias do Tietê, ficou constatado que os 5 jovens do veículo nada sofreram com o capotamento, pois todos usavam cinto de segurança. O fato também foi destacado pelos Policiais Rodoviários que estavam na ocorrência. O carro ficou totalmente destruído.

No rádio da Concessionária chegava a informação de que um andarilho andava perigosamente próximo a pista no quilômetro 14. Aproximadamente 1 hora depois ocorreu o atropelamento no quilometro 16, podendo ser a vítima que procedia perigosamente na pista.

Segundo informações da equipe de Resgate, José Valdeci Galdino Ferreira não corre risco de morte, apesar da gravidade do acidente. Curiosamente o atropelamento ocorreu no mesmo dia em que a Concessionária Rodovias do Tietê promoveu um café da manhã na via para salientar a importância do uso da passarela sobre a pista.  

,

VEJA REPORTAGEM DA TV ACONTECE:

 

Fotos: André Godinho