Vítima reage a assalto e acaba esfaqueado na barriga

Um caso registrado em Boletim de Ocorrência (BO) como tentativa de roubo, seguida de lesão corporal dolosa foi atendida pelos policiais militares cabo Paulino e soldado Moreno, na Rua Djalma Dutra, nº 480, região central de Botucatu, tendo como vítima, José Carlos Ferraz Losi. O BO revela que o crime ocorreu ? s 23h10 desta quinta-feira.

Consta que a vítima estava na sala de sua casa quando três marginais, um deles armado com uma faca, invadiram a residência e anunciaram o assalto. Um dos ladrões fez menção de apanhar a televisão de 21 polegadas e Losi fez uma coisa que é desaconselhável nesses casos: tentou reagir.

Ele entrou em luta corporal com um dos marginais e acabou sendo esfaqueado na região do abdome (barriga). Após agredir a vítima, os marginais fugiram, não concretizando o assalto. A vítima foi encaminhada ao Pronto Socorro da Unesp, onde permaneceu sob cuidados médicos.

Embora os policiais militares tenham efetuado patrulhamento pelas imediações do crime, o trio de assaltantes não foi localizado e o crime está sendo trabalhado pela equipe especializada em esclarecimentos de furtos e roubos da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

O caso ocorrido com Losi é uma alerta que a Polícia Militar sempre procura passar para quem é vítima de assaltantes. O comandante da 1ª Companhia de Polícia de Botucatu, José Semensati Júnior (foto), orienta que em nenhuma hipótese a pessoa deve reagir a um assalto.

“Em um assalto, geralmente, o marginal armado está mais tenso do que a própria vítima e qualquer gesto mais brusco pode levar a uma reação. Por isso, nossa recomendação é que as pessoas não reajam para preservar sua integridade física”, colocou Semensati.