Vigia acaba baleado ao tentar evitar um assalto

Um caso de roubo consumado, seguido de lesão corporal e disparo de arma de fogo foi atendido na madrugada desta segunda-feira (2) pelos policiais militares Rodrigo e Oliveira, na Avenida Deputado Dante Delmanto, nº 2030, região da Vila Ferroviária, na garagem da Empresa Stadtbus. O crime está sendo investigado pela equipe de policiais da Central II de Polícia Judiciária, na Vila dos Lavradores, conjuntamente, com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Descreve o Boletim de Ocorrência (BO) assinado pelo delegado plantonista Celso Sehikou Taira (foto), que o vigia da garagem, Jorge Antonio de Oliveira, foi surpreendido e rendido por dois indivíduos encapuzados, sendo que um deles estava com uma arma de fogo (pistola calibre 765) e o outro com uma chave de roda de carro. O vigia foi obrigado a acompanhar o vigia até o cofre que foi arrombado para que os marginais subtraíssem cerca de R$ 1.000,00.

Oliveira, percebendo que o marginal armado havia se distraído tentou tirar sua arma e os dois entraram em luta corporal. Entretanto, a pistola acabou disparando e o projétil acabou atingindo uma das mãos (esquerda) do vigia, que saiu correndo gritando por socorro enquanto os assaltantes fugiram, tomando rumo ignorado. Não consta se os assaltantes usaram algum veículo na fuga.

Uma testemunha (qualificada apenas por Jairo), que estava na casa ao lado ouviu o tiro e os gritos do vigia ferido e acionou o resgate do Corpo de Bombeiros. A vítima foi conduzida ao Pronto Socorro (PS) da Unesp onde passou por uma intervenção cirúrgica.

No local do crime os policiais localizaram, próximo ao banheiro, duas cápsulas intactas calibre 765 que, provavelmente, caiu quando o marginal e o vigia estavam em luta corporal. Já o perito Osmar, da Polícia Técnica Científica, localizou o projétil deflagrado. No local também esteve o supervisor da empresa, Carlos Evangelista da Costa, que acompanhou o trabalho dos policiais.