Veículo apreendido pela PM pode ter ligação com o tráfico

A recente operação desencadeada pelos policiais militares Renê e Gonçalves traz ? tona um problema que está se tornando comum nos meios policiais: o furto de veículos que são vendidos a preço muito abaixo do mercado, para abastecer o mercado do tráfico de entorpecentes.

Essa modalidade de crime para sustentar a dependência química já é feita em grande escala por marginais que invadem residências e furtam os mais variados tipos de produtos, principalmente eletrodomésticos e trocam por substancias entorpecentes como crack, maconha e cocaína.

Por isso, a polícia alerta que quando uma pessoa estiver vendendo um veículo por um preço abaixo do mercado deve ficar atenta e tomar algumas precauções básicas, como procurar conhecer a origem do automóvel que está comprando, pois pode, indiretamente, estar contribuindo para crimes de associação ao tráfico e receptação de produto de furtado.

Nessa operação feita pelos PMs foi apreendido um VW Gol, que havia sido furtado no Bairro da Vila Maria e foi apreendido na região do Bairro Vale do Sol, na Rodovia Marechal Rondon, Município de Botucatu.

“Na abordagem que fizemos, o cidadão que estava conduzindo esse veículo, levando outros dois passageiros, declarou que havia comprado o carro a um preço abaixo do mercado, mas não sabia que era furtado. Esse carro havia sido deixado em um ponto (biqueira) de tráfico de entorpecentes”, colocou o PM Gonçalves.

O proprietário do veículo, vítima do furto, foi acionado e teve o veículo devolvido intacto. As demais pessoas prestaram depoimento foram liberadas e terão os nomes mantidos em sigilo até que o caso seja, efetivamente, elucidado.

“Fica um exemplo para que a população compre veículos de procedência garantida. No caso desse cidadão, se, realmente, for comprovado que ele não teve nenhum envolvimento com o furto, no mínimo, perdeu o dinheiro que investiu na compra do carro”, observou o soldado Renê. “Pensando que estava fazendo um bom negócio comprando um carro mais barato, acabou ficando no prejuízo”, emendou.