Vários pássaros mantidos em cativeiro são aprendidos

Os pássaros estavam sem a devida autorização do Ibama e cinco deles tinham anilhas (registro em anel colocado no pé do pássaro), mas sem identificação do criador autorizado

 

Inspetor Carlos e agente Carmelin do Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Municipal realizaram a apreensão de 11 pássaros em cativeiro, conhecidos como “coleirinha”  na região do Palos Verdes, atendendo denúncia anônima feita por populares através do telefone 199.

Informações revelavam que naquela região da cidade havia uma pessoa caçando pássaros, porém esse fato (caça) não foi detectado. Entretanto,  na casa do averiguado havia  11 pássaros sem a devida autorização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Produtos Renováveis – Ibama. Cinco deles tinham anilhas (registro em anel colocado no pé do pássaro), mas sem identificação do criador autorizado..

Diante dos fatos a Polícia Ambiental tomou as medidas administrativas cabíveis, além de o caso ser apresentado junto a 1ª Central de Polícia Civil, onde o delegado Marcos Sagin Campos, lavrou Termo Circunstanciado (TC) de crime ambiental, sendo as aves encaminhadas ao Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres (Cempas) da Unesp de Botucatu para serem tratadas e devolvidas à natureza.