Vândalos apedrejam a Câmara Municipal de Botucatu

Fotos: Luiz Fernando

Na manhã desta segunda-feira (15) ao chegarem para iniciar mais uma semana de trabalho, funcionários da Câmara Municipal se depararam com o prédio apedrejado por ação de vândalos durante a madrugada. Além de atirar pedras contra as janelas do legislativo, os vândalos destruíram o relógio que fica em frente ao prédio, considerado um dos patrimônios históricos do município e não há condições de ser restaurado ou reposto, já que não existem peças originais.

A Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM) estiveram no local e puderam constatar que o crime foi premeditado, ou seja, os autores chegaram ao local do crime com as pedras nas mãos para danificar o patrimônio e o caso passou para o setor investigativo da Polícia Civil para tentar identificar a autoria.

Câmara de segurança registrou que o crime foi cometido por cinco jovens (três homens e duas mulheres), por volta das 4h45 e que poderão ser identificados nas próximas horas. As pedras foram retiradas do piso superior da Praça Comendador Emílio Peduti – Bosque, que fica em frente da Câmara Municipal e passou por recente reforma. “Acredito que as imagens poderão ser úteis para esclarecer esse crime contra o patrimônio municipal”, previu o comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar, capitão Semensati.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Ednei Carreira lamentou o episódio. “Só podemos repudiar essa ação criminosa, pois quem fez isso não prejudicou os vereadores ou os funcionários da Câmara Municipal, mas sim a Cidade de Botucatu, pois este prédio é um patrimônio histórico. Eu aceito e aprovo toda a qualquer manifestação popular de protesto, desde que seja feita de forma pacífica e ordeira, mas não podemos compactuar com casos dessa natureza”, frisou Carreira.

Como a ação dos autores foi registrada em vídeo, o delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo pede que os responsáveis se apresentem espontaneamente a policia.