Trio acusado de tráfico é preso pela PM na Vila Antártica

Foram 79,3 gramas de crack, 11 gramas de cocaína, R$ 674,00 em dinheiro, 11 dólares, dois cheques preenchidos com valores diferentes (R$ 230,00 e R$ 500,00), uma balança de precisão e dois telefones celulares. Esse foi o saldo de uma operação desenvolvida pela Força Tática da Polícia Militar com o tenente Sayki e soldados Fernando e Torres.

Esses produtos estavam em uma residência na Rua Miguel Bassetto, nº 115, região da Vila Antártica, por volta das 23 horas desta sexta-feira. O local já estava sendo monitorado em razão de ser um importante ponto de distribuição de drogas na cidade.

Durante esta operação os policiais prenderam em flagrante José Prado Ferreira, de 51 anos de idade e os irmãos Celso Antônio Gonçalves e Marcelo Luiz Gonçalves, com 44 e 36 anos, respectivamente. Segundo o relatório policial, a casa servia como uma espécie de fábrica de drogas onde as pedras de crack eram confeccionadas e embaladas.

Ainda de acordo com informações passadas pela polícia, eles estavam recebendo a droga de uma cidadão conhecido como “Rafinha”, que, supostamente, reside no Jardim Monte Mor. A PM se deslocou até o local, mas o averiguado não foi localizado e continua sendo procurado para dar sua versão.

Os três acusados foram conduzidos ao Plantão Permanente e apresentados ao delegado Celso Taira, que confeccionou o Boletim de Ocorrência (BO) enquadrando-os em crime de tráfico de entorpecentes e associação ao tráfico sendo todos recolhidos ? Cadeia Pública local. No caso de uma condenação eles podem pegar uma pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão.