TOR prende mulheres levando drogas para detentos

A equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), que pertence ? Polícia Rodoviária de Botucatu com os policiais sargento Hamilton e soldado Cristiano efetuou uma operação que resultou em flagrante de tráfico de entorpecentes no pedágio instalado no km 261 da Rodovia Marechal Rondon, entre as cidades de Botucatu e São Manuel.

Durante a madrugada deste sábado, os patrulheiros interceptaram um ônibus fretado que vinha de São Paulo e tinha como destino o Instituto Penal Agrícola (ITA), de Bauru. Entre os passageiros revistados estavam duas mulheres: Cristina Gonzaga, de 30 anos e Thaís Souza, de 22.

Na revista os policiais detectaram com Cristina155 gramas de cocaína e com Laís 46 gramas de maconha. Insistindo nas averiguações os policiais descobriram que Laís estava com droga na vagina.

A mulher foi encaminhada até o Pronto Socorro (PS) da Unesp e a equipe médica plantonista encontrou 67 gramas de maconha e 57 gramas de cocaína. A droga estava envolta em fita adesiva em forma cilíndrica introduzida na vagina da mulher.

Segundo os patrulheiros, as duas indiciadas alegaram que estariam levando a droga para seus namorados, cujos nomes foram mantidos em sigilo. Elas foram conduzidas ao Plantão Permanente da Polícia Civil, onde prestaram depoimento ao delegado Sérgio Castanheira, enquadradas em crime de tráfico de entorpecentes e recolhidas ? Cadeia Pública de Itatinga.

Vale lembrar que nesse pedágio da Rondon, outras operações foram realizadas pela Polícia Rodoviária resultando em flagrantes e prisões de pessoas envolvidas com o tráfico de entorpecentes. Isso porque pela Rodovia Marechal Rondon é possível chegar a diferentes regiões do Estado e acaba servindo de corredor de drogas oriundas, principalmente do Mato Grosso.

No ano passado mais de 700 quilos de drogas entre maconha e cocaína foram aprendidos na região de Botucatu. Entre prisões feitas em 2010, estão as de várias mulheres que estavam carregando drogas em seus corpos para levar aos detentos em presídios.