TOR faz apreensão de mais de 700 kg de maconha

O Comando do 5º Batalhão de Polícia Rodoviária, através dos policiais da equipe TOR da 3ª Companhia, num trabalho em conjunto com a equipe TOR do 2º BPRv de Ourinhos/SP, prenderam em flagrante três homens que traficavam grande quantidade de drogas, durante fiscalização em combate ao narcotráfico e demais ilícitos penais, na SP- 280- Rodovia Presidente Castelo Branco, km 266 sentido leste, área do município de Cerqueira Cesar.

Policiais militares rodoviários de Ourinhos haviam abordado um veículo e descobriram que ele "dava cobertura" a um outro veículo que estaria pela rodovia Castello Branco. Em diligências em postos de combustíveis, a equipe desconfiou do local onde um caminhão bi-trem estava estacionado e após abordar os dois ocupantes, notaram que estavam muito nervosos, o que motivou uma vistoria no conjunto de veículos, sendo localizada grande quantidade de maconha num fundo falso no assoalho dos semi-reboques do caminhão. Ao diligenciarem o telefone celular do condutor do caminhão, os policiais localizaram o contato do homem que estava abordado em Ourinhos, na SP 327, área do município de Ourinhos.

Os três homens foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas e encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cerqueira Cesar. Além da droga, que totalizou 194,223 KG de maconha, foram apreendidos todos os veículos, telefones celulares e a quantia de R$ 5.960,80.

 

Mais maconha

Em outra operação a Polícia Militar Rodoviária, durante fiscalização e combate a ilícitos penais pela SP 280 (Rodovia Presidente Castello Branco) km 120, município de Boituva/SP, abordou o veículo M.Benz/L 1113 com placas de Maringá/PR, quando em ato contínuo.

Ao iniciar a busca pessoal e vistoria no veículo, foi localizado sob a carga de madeira 797 tabletes de maconha, totalizando 595,900 kg da droga. Diante dos fatos foi dada voz de prisão em flagrante delito ao motorista  cientificado de seus direitos constitucionais e encaminhado para a Policia Federal onde foi elaborado o inquérito policial por tráfico de drogas e os indiciado permaneceram à disposição da Justiça. Nenhum dos envolvidos nas operações tiveram os nomes divulgados.