TOR apreendeu na madrugada mais de 55 quilos de maconha

Na madrugada desta segunda-feira, por volta das 2 horas, a equipe especializada do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), da Polícia Militar Rodoviária de Botucatu, abordou na praça de pedágio da Rodovia Marechal Rondon que fica entre as cidades de Botucatu e São Manuel, no km 259, pista leste, uma caminhonete Ford- Currier, placas AIA-7073, de Guaira/PR.

Os patrulheiros efetuavam o serviço por aquela região quando abordaram a caminhonete e sentiram um forte odor de maconha. No volante desse veículo suspeito estava Halisson Juno Mendes de Oliveira, de 20 anos de idade, que se mostrou muito tenso com abordagem policial.

Fazendo vistoria na lataria da caminhonete os policiais localizaram 139 “tabletes” de maconha de diversos tamanhos, totalizando a quantia de 55,668 kg de maconha prensada. Para resgatar a droga escondida, os patrulheiros tiveram que “rasgar” a lataria do veículo onde a maconha estava acondicionada.

Após receber voz de prisão, o indiciado foi conduzido ao Platão Permanente e apresentado ? delegada Ana Carolina de Brito que fez o Boletim de Ocorrência (BO), enquadrando Halisson Oliveira em crime de flagrante de tráfico de entorpecentes determinando seu recolhimento ? Cadeia Pública local.

Segundo o relatório policial esse cidadão que é da cidade de Iguatemi, região do Mato Grosso do Sul, teria alegado que foi contratado para fazer o transporte da droga e receberia pelo “serviço” a quantia de R$ 2.500,00. A droga vinha de Guaíra, região do Paraná e iria até São Paulo.

{bimg:10231:alt=interna1:bimg}

O comandante da Polícia Militar Rodoviária de Botucatu, tenente Ricardo Maganha, tem afirmado que, pelo fato da região estar em um ponto privilegiado do Estado com rodovias que dão acesso a outros, acaba sendo utilizada como corredor para transporte de substâncias entorpecentes, principalmente maconha e cocaína. “Por isso nossos patrulheiros estão empenhados em realizar operações que culminem com a apreensão de drogas. Esse trabalho será intensificado, com abordagens de veículos e condutores”, comentou Maganha, lembrando que este ano a Polícia Rodoviária já tirou de circulação mais de 600 quilos de droga, entre maconha e a cocaína.