TOR apreende cocaína “engomada” em roupas

Um trabalho realizado na madrugada desta quarta-feira pela equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) da Polícia Militar resultou na apreensão de uma grande quantidade de cocaína que estava em uma carreta bi-trem. A curiosidade é que a droga estava impregnada em 48 fardos de roupas, escondidos sob um carregamento de milho. Nem a carga de milho, nem a de roupas tinha nota fiscal.

A operação teve início no pedágio da SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco, Município de Itatinga, quando a carreta despertou suspeita nos vigilantes do local e eles alertaram a Base Rodoviária de Pardinho  que interceptou o caminhão. Os policiais suspeitaram de que algo estava errado em razão do nervosismo do caminhoneiro ao revelar que o milho seria entregue em Santos e as roupas em São Paulo.

Na revista feita ao caminhão foram encontrados os fardos de roupas pesando, aproximadamente, duas toneladas e ao usar um reagente químico para detectar se (as roupas) estavam engomadas com cocaína o teste deu positivo. Essa, segundo o policiamento rodoviário, é uma nova estratégia usada por traficantes para transportar droga.

A carreta foi apreendida e o caminhoneiro (que não teve o nome divulgado) encaminhado para a Polícia Federal de Bauru, onde a ocorrência foi registrada.  Embora o resultado preliminar tenha confirmado cocaína nas roupas, a comprovação final do teste pode levar vários dias para ser concluído. Por isso, o caminhoneiro foi colocado em liberdade e responderá por crime de descaminho.