Tardelli se eterniza como comandante do 12º BPM-I

Fotos: Valéria Cuter

Cerimonial que teve a capitão Kátia Christófalo como oradora oficial, contando com a presença de diversas autoridades civis e militares marcou a solenidade alusiva da inauguração do retrato do coronel Wagner Tardelli na galeria dos eternos comandantes do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I), de Botucatu, na manhã desta sexta-feira (12). A existência da galeria é uma tradição da PM, que reverencia a figura dos comandantes ao longo da história da organização.

Entre os presentes, o coronel Helson Lever Camili, comandante do Policiamento Militar do Interior da 7ª Região (CPI-7), de Sorocaba, que agrega mais de 90 municípios paulistas; João Cury Neto, prefeito municipal; Ednei Carreira, presidente da Câmara Municipal; tenente coronel Jorge Duarte Miguel atual comandante do 12º BPM-I; delegado Celso Olindo, representando a Delegacia Seccional de Polícia; Sérgio Bavia, comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Clóvis de Almeida Martins, presidente do Conselho de Segurança (Conseg), entre muitos outros.

Tardelli é natural de Sorocaba e ingressou na corporação em fevereiro de 1985. Ao longo de sua carreira trabalhou em diversas unidades da PM, galgando promoções. Em 24 de maio de 2012, foi promovido a coronel sendo classificado como comandante do 12º BPM-I, permanecendo nesta unidade até 24 de maio de 2013, data em que foi promovido a coronel, o mais alto posto da PM, assumindo o comando da Escola Superior de Sargentos, em São Paulo.

Para o tenente coronel Jorge Miguel, além de realizar um trabalho de maior qualidade no comando do 12º BPM-I, Tardelli, construiu muitas amizades. “Sou suspeito para falar do coronel Tardelli, pois tenho o privilégio de contar com sua amizade há muitos anos e fiquei muito satisfeito com sua vinda para Botucatu e comandar nosso Batalhão. Por isso, assumir o comando em seu lugar é uma responsabilidade muito grande e espero corresponder a confiança que a PM depositou em mim”, destacou Jorge Miguel.

O prefeito João Cury Neto enfatizou que Tardelli deixa um legado de trabalho em Botucatu. “Nesse período em que esteve ? frente do comando do Batalhão de Botucatu o coronel Tardelli sempre esteve envolvido com a comunidade. Posso dizer que revolucionou Botucatu com seu talento, comprometimento e, principalmente, caráter, estreitando os laços entre o Poder Público e a PM”, disse o prefeito.

Comandante do CPI -7, coronel Camili, ressaltou que Tardelli sempre se destacou em todas as unidades em que trabalhou ao longo de sua carreira militar. “Para chegar ao posto de coronel da PM, existe um caminho longo a ser percorrido e são poucos os que alcançam esse objetivo. Por tudo que construiu em sua carreira militar, o coronel Tardelli é merecedor do cargo. Ele é um espelho para os jovens que estão se iniciando na carreira militar”, frisou Camili.

Visivelmente emocionado, Tardelli agradeceu o tratamento que teve desde que chegou a Botucatu. “A cidade me acolheu como se filho dela eu fosse e onde fiz muitas amizades. Sinto-me honrado de poder ter trabalhado ao lado desses homens que fazem parte do 12º BPM-I e satisfeito por saber que o tenente Jorge Miguel, homem capaz, honrado e que ama a instituição irá dar sequencia ao trabalho aplicando a sua filosofia de trabalho em prol das 13 cidades da região que fazem parte de sua área de comando. Obrigado a todos”, finalizou o coronel.