Tardelli assume 12º BPM-I e comanda mega operação

Fotos: Valéria Cuter

Nesta quinta-feira uma mega operação foi desencadeada nas 13 cidades que fazem parte da área de comando do 12º Batalhão de Polícia Militar, do Interior (BPM-I) de Botucatu. Foi esta a primeira grande operação sob o comando do tenente coronel Wagner Tardelli, que assumiu, oficialmente, o comando do 12º BPM-I. Ele foi nomeado tenente coronel na segunda quinzena do mês passado.

Tardelli visitou várias cidades a região no helicóptero Águia da Polícia Militar e pousou em Botucatu no Recinto da JVC Eventos sendo recepcionado por soldados e oficiais, além do delegado seccional de Polícia Civil, Antônio Soares da Costa Neto; delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo; secretário de Segurança Pública, delegado Adjair de Campos e comandante da Guarda Civil Municipal, Sérgio Luiz Bavia.

O comandante da PM salientou que esse trabalho conjunto com a Polícia Civil e Guarda Municipal continuará acontecendo na área do 12º BPM-I. “Vamos dar sequência ao trabalho que vinha sendo realizado, pois o índice da criminalidade é muito bom e Botucatu está entre as cidades mais seguras do Estado de São Paulo, trabalhando nesse sincronismo”, adiantou Tardelli.

A mega operação se dividiu em duas etapas em Botucatu. Pela manhã em conjunto com a Polícia Civil e Guarda Civil Municipal, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão e no período da tarde houve a “Operação Bloqueio” em pontos distintos da Cidade na região central onde dezenas de carros e motocicletas foram vistoriadas.

Vale lembrar que o novo comandante de Botucatu foi um dos sete oficiais do Grupamento de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar de São Paulo promovido. Ele era major e assumiu o posto de tenente coronel PM, por merecimento. Entrou na Polícia Militar em 1985, se formando na Academia Barro Blanco em 1987.

Entre 1988 a 1992 trabalhou na região de Osasco. Entrou para o Grupamento Aéreo como piloto em 1993 e permaneceu até 2006. Já em 2007 foi para o 40º Batalhão de Votorantim e em 2008 ao 7º Batalhão de Sorocaba. Em 2001 assumiu o comando da Base do Grupamento Aéreo, onde permaneceu até ser nomeado comandante do 12º Batalhão de Botucatu.