Tamanduá é resgatado pela Guarda Municipal

Os guardas municipais Maffei e Lucchesi, se deslocaram até a Estrada Serra D’água , Bairro Capão Bonito em Rubião Junior, onde havia um animal silvestre conhecido como tamanduá  bandeira que invadiu a área urbana e acabou  atacado por cães. Ele foi resgatado com ferimentos e encaminhado ao Centro de Medicina e Pesquisa em Animais Silvestres (Cempas) da Unesp de Botucatu.

O tamanduá é um mamífero que vive em florestas e savanas e alimentam-se de formigas e principalmente de cupins que retiram dos cupinzeiros com a sua longa língua – chega a ter 50 cm de comprimento – alojada dentro de um focinho também afunilado. Para desfazer os cupinzeiros, os tamanduás têm garras fortes e curvas nas patas dianteiras, que lhes dificultam o andar.

O peso do tamanduá-bandeira adulto pode atingir quarenta e cinco quilogramas e seu comprimento, 1,80 metros, incluindo a cauda, que pode chegar à metade desse tamanho e corre o risco de extinção pela perda de seu habitat. A fêmea tem um único filhote por ano, muito pequeno e frágil, que é carregado nas costas da mãe até cerca de um ano de idade, tornando-se, assim, muito vulneráveis aos predadores.