Sepultamento de jovem morta em acidente será às 17 horas; amigos e internautas lamentam nas redes sociais

flavia-acidenteO sepultamento da jovem Flávia Delucci Chemberg, 21 anos, vítima de um acidente na Rodovia Castelinho na tarde de quarta-feira, 15, será feito nesta quinta-feira, dia 16, às 17 horas, no Cemitério Portal das Cruzes. O velório está ocorrendo no Complexo funerário Orlando Panhozzi.

Flávia estava como carona indo para São Paulo. A viagem foi combinada através de um grupo de caronas no facebook. Desde a noite de quarta-feira,15, após o trágico acidente, amigos e internautas lamentaram a morte da jovem. Nas redes sociais a comoção era intensa.

“Não acredito nisso, um amor de menina, que tristeza”, postou o internauta Enzo S.

“Sentimento de muita tristeza e angústia, pois ofereço carona e pego também. Meus sentimentos à toda família”, escreveu a leitora Renata C.

Flávia Delucci Chemberg era de Botucatu, estudou no Colégio La Salle e cursava Engenharia Civil no Mackenzie em São Paulo. Pelas redes sociais amigos lamentavam a morte da jovem na noite desta quarta-feira. Ainda não há informações sobre seu velório.

 

Relembre o caso

acidente-castelinho-jovem-5Um acidente fatal na SP-209, Rodovia João Hipólito Martins, a Castelinho, vitimou na tarde desta quarta-feira, 15 de junho, a estudante botucatuense Flávia Delucci Chemberg, de apenas 21 anos. Ela estava em um Toyota Ethios, preto, placas de Jaboticabal, com destino à São Paulo. A condutora, Marcela Iara Rodrigues, 27 anos, que mora em Botucatu, foi socorrida pelo Resgate da Concessionária Rodovias do Tietê para o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. Ela estava consciente.

Por motivos a serem apurados, a condutora teria perdido o controle do veículo e invadiu o canteiro central da Rodovia. Quando voltou para a pista, o carro capotou por aproximadamente 100 metros até cair em uma ribanceira no sentido Botucatu-Rodovia Castelo Branco (SP-280). De acordo com membros da equipe que prestou o atendimento logo após o acidente, Marcela Iara Rodrigues teria dito que a passageira gritou “cuidado”, momento em que perdeu o controle do Ethios.

Segundo informações preliminares obtidas no local do acidente, que foram confirmadas através do facebook (veja foto), a condutora informou que Flávia estava de carona, indo para São Paulo. Apesar de estarem só as duas no veículo, ela optou por ir no banco de trás, com cinto de segurança, e não no banco passageiro na frente do veículo. O fato chamou a atenção de Policiais Rodoviários e equipes que trabalhavam no local.

Ambas combinaram a viagem em um grupo de caronas no facebook. O acidente foi registrado às 16h30min. No local, além de malas, roupas e pertences, havia um cachorro branco, de porte pequeno, já sem vida e que seria da condutora. A Polícia Científica foi acionada e o local foi isolado para a realização de perícia, que pode apontar as causas do acidente.