Senhor de 73 anos é sequestrado em Botucatu e deixado em Araçatuba

Fotos: Valéria Cuter

Um caso de seqüestro ocorrido na manhã deste domingo em Botucatu está sendo investigado pela Polícia Civil. A vítima foi um senhor de 73 anos de idade chamado Rubens M.C. que foi abordado na Rua Rodrigues do Lago, região central da Cidade, quando estava indo visitar um parente conduzindo um automóvel Honda Civic, com placas de Botucatu. Como estava demorando para retornar e não havia chegado na casa do parente, os familiares acionaram a polícia.

Inicialmente, foi passado as placas e demais características do veículo ? rede policial de várias Cidades e a primeira informação chegou no início da tarde revelando que o Honda Civic havia sido usado em uma tentativa de roubo em Agudos, onde dois homens e uma mulher renderam um casal que estava em um veículo Toyota. Entretanto, o crime não foi consumado em razão dos meliantes não conseguirem fazer o carro funcionar e voltaram ao Civic de Botucatu.

Nesse meio tempo foi localizado em Botucatu, no Auto Posto Panorama (antigo Malagueta) na Avenida José Pedretti Neto, que dá acesso a Rodovia João Hipólito Martins – Castelinho, um veículo VW Fox, de cor prata, placas de Sorocaba, quebrado e abandonado. No levantamento feito nesse veículo os policiais constataram que era produto de um roubo seguido de seqüestro cometido em Sorocaba, tendo como vítima uma mulher. Outra informação é que uma caminhonete Ranger também foi usada no seqüestro e foi nela que mulher teria sido mantida sob cárcere privado. A família da vítima chegou a receber um telefonema pedindo o resgate (não revelado o valor).

“Com todos esses dados coletados deduzimos que o carro dos marginais que sequestraram a mulher quebrou em Botucatu e os seqüestradores para fugir roubaram o primeiro carro que encontraram pela frente, ou seja, o Honda Civic do “seu” Rubens que foi colocado nos porta-malas”, relatou o delegado secional de polícia, Antônio Soares da Costa Neto, que esteve acompanhando toda operação, que durou das 9h30 ? s 20h30.

No início da noite o Honda Civic de Botucatu foi localizado abandonado em um canavial, no Município de Araçatuba, juntamente, com Rubens M.C. que não sofreu ferimentos, porém estava muito abalado por ter ficado horas preso no porta-malas do seu veículo. Segundo o delegado seccional de Botucatu as investigações estão sendo feitas.

“O caso é bastante complexo e vários pontos necessitam de esclarecimentos, pois foram cometidos diversos crimes em poucas horas por esses três marginais, sendo que outras pessoas também são suspeitas de terem participado. Por tudo que foi apurado até agora podemos dizer que o alvo dos marginais não era o “seu” Rubens. Eles só o pegaram em razão do carro que eles vieram ter quebrado em Botucatu. Outros levantamentos estão sendo feitos. Não sabemos, por exemplo, como e porque eles entraram em Botucatu. Estamos investigando para chegarmos ao esclarecimento do caso”, frisou Antônio Soares as Costa Neto.