Senhor de 53 anos é acusado de estupro

Fotos: Valéria Cuter

Na tarde desta quarta-feira (9) o inspetor Barcaça e os agentes Lazarini e Leandro conduziram ao Plantão Permanente um homem de 53 anos de idade, que foi acusado de cometer crime de estupro contra uma menina de 17 anos de idade, em frente ao posto de Saúde da Vila Ferroviária.

De acordo com a vítima o homem passou por ela e a chamou de “gostosinha”. Ele replicou e o chamou velho. Ele teria andado cerca de três metros, retornado e abraçado a menina por trás segurando em seus seios fazendo com que ela caísse ao chão e sofresse ferimentos no joelho e pescoço.

Uma testemunha que também esteve na delegacia prestando depoimento ressaltou que teve muito trabalho para fazer com que o homem que estava com sintomas de embriaguês, soltasse da menina. Ele foi embora, mas essa testemunha que socorreu a menina disse que o conhecia e sabia onde morava.

Ela, então, levou os agentes municipais até a casa do acusado na Rua Ivete Camargo Neiva, na Vila Antártica, que negou o crime. “Não fiz nada disso. Só estava protegendo e segurando porque ela queria ir brigar no posto (de Saúde)”, disse contradizendo a versão da menina e da testemunha.

O delegado Mauro Sérgio Rodrigues dos Santos, ouviu as pessoas envolvidas e o homem deverá responder processo por crime de estupro, em inquérito policial que será presidido na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que tem no comando a delegada Simone Alves Firmino Sampaio.