Semutran diz que fez sinalização na Catedral antes de acidente com moto; veja vídeo da colisão

Após o acidente onde uma motocicleta colidiu na noite desta quinta-feira, 04, com as ferragens da estrutura da Festa de Santana, que está sendo desmontada, usuários da via e familiares de João Guilherme Baptista de Lima, que conduzia a motocicleta e precisou ser operado no HC de Botucatu, acusaram pelas redes sociais os responsáveis do trânsito pela falta de sinalização no local.

Imagens de uma câmera de segurança instalada na frente do prédio da Prefeitura mostram o momento da colisão e queda da vítima. É possível notar que não há impedimento ou sinalização no local. Assita:

A Catedral  disse ao Acontece Botucatu que o pedido foi feito para que o local fosse sinalizado, mas motoristas tiraram os cavaletes para estacionarem seus carros. A Reportagem do Acontece Botucatu entrou em contato na manhã desta sexta-feira, 05, com a Semutran – Secretária de Mobilidade Urbana para que se posicionasse sobre o incidente. Uma nota oficial foi enviada à redação nesta tarde relatando que a sinalização no local foi realizada, porém, cavaletes foram retirados do local na noite de quinta-feira. Confira a nota.

‘’A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana informa que o local onde aconteceu o acidente estava sinalizado até a noite desta quinta-feira (4). Porém, analisando gravações em vídeo feitas por câmera instalada em frente à Prefeitura, é possível perceber que por volta das 23 horas os cavaletes haviam sido retirados. Não é possível identificar a pessoa que retira tal sinalização. A Semutran salienta que de acordo com o artigo 95 do Código Brasileiro de Trânsito, parágrafo 1º, “a obrigação de sinalizar é do responsável pela execução ou manutenção da obra ou do evento”, que neste caso não era a Prefeitura’’.

Relembre o caso

Um motociclista se feriu na noite desta quinta-feira, 04, em um acidente na Avenida Dom Lúcio, em frente à Catedral. Segundo informações de familiares, João Guilherme Baptista de Lima, seguia em sua moto no sentido Catedral-Cemitério, quando passou por cima das ferragens da festa de Sant’ana, que foi realizada no último fim de semana.

Ainda segundo a família, não havia sinalização indicando a presença dos objetos na avenida e por estar escuro, João não conseguiu evitar o acidente. “Por Falta de sinalização de trânsito da prefeitura de Botucatu meu irmão, que é atleta, João Guilherme lima, se acidentou. Agora ele está na Unesp e vai ter que fazer cirurgia e colocar gaiola. E aí, prefeitura o que vai fazer com meu irmão jogado na Unesp passando dor desde ontem esperando cirurgia e nada”, criticou Ana Claudia Baptista de lima, irmã da vítima.

Um amigo da família gravou um vídeo logo após o acidente. Assista:

joaoguilhenmeA principal preocupação de Ana Claudia, é que o irmão é atleta e vive do esporte. “Hoje cedo avisaram que ele quebrou a tíbia. Agora estamos esperando uma posição da prefeitura de Botucatu, pois ele é um dos melhores atletas da cidade, se você procurar encontrara vários resultados desde jogos regionais, universitários, e por um período participou do ranking brasileiro nos 800 metros, a cidade que o patrocina com certeza prestará o apoio necessário, agora, gostaríamos de saber o que a prefeitura fará sobre o assunto? Pois da mesma forma que foi com ele, uma pessoa que vive do esporte e agora estará sem condições de competir e treinar, poderia ter acontecido com qualquer outro cidadão, nós apenas aguardamos justiça e uma posição dos responsáveis em relação ao ocorrido”, disse ao Acontece Botucatu.

Em contato com a reportagem do Acontece Botucatu, a Catedral se manifestou dizendo que fez um pedido de cavaletes para a Prefeitura com o intuito de sinalizar o local. Mas nesta quinta-feira, 04, diversos motoristas tiraram os objetos para estacionarem na área que estava impedida. A reportagem falou ainda com a assessoria de imprensa da Prefeitura, que ainda não se manisfestou por estar apurando os fatos.

joao-atleta